Tamanho do texto

Rodrigo Pastana acredita que grupo precisa de apenas mais seis atletas. Zagueiro Thiego deve deixar o clube

Rodrigo Pastana falou sobre contratações no Figueirense
Divulgação
Rodrigo Pastana falou sobre contratações no Figueirense

De acordo com o superintendente de futebol Rodrigo Pastana, restam seis negociações para o Figueirense fechar o elenco de 2014. A equipe tenta renovar o contrato de três jogadores que participaram do acesso à Série A do Brasileirão em 2013, além de concretizar a vinda de mais três reforços para a próxima temporada.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

"Para a zaga, temos duas contratações que ainda se encaminham. Um deles posso adiantar que é o Raúl, um zagueiro canhoto que não tínhamos no elenco. Além disso, há quatro negociações que não foram encerradas com Marcos Assunção, Maylson, Rodrigo Souto e Éverton Santos. Não posso fazer previsões nesse momento. Pablo estava 90% acertado, mas do dia para a noite veio a proposta de um clube espanhol", disse o dirigente.

Pastana revelou ainda que o zagueiro Thiego tem boas chances de não continuar em 2014. "Thiego é muito complicado, ele tem uma proposta maravilhosa de um clube turco. Acho que dificilmente ele permanece no Brasil", admite.

Para o superintendente, a escassez do mercado de transferências brasileiro no geral, incluindo o Figueirense, é culpa de uma inflação exagerada no preço dos jogadores. Segundo ele, neste ano, os clubes estão tentando colocar os pés no chão e não fazer loucuras para contratar novos atletas.

"Jogadores e agentes precisam se adequar à situação atual do futebol brasileiro. Isso não está acontecendo, então os clubes estão deixando de contratar. São jogadores que estão ganhando acima dos três dígitos. Está bem difícil", avalia.