Tamanho do texto

Cerca de 50 membros da Máfia Azul não conseguem entrar no salão social do parque esportivo

O Cruzeiro completou 93 anos de história nesta quinta-feira. A diretoria do clube organizou a tradicional missa no salão social do parque esportivo e convidou torcedores e dirigentes. No entanto, cerca de 50 membros da torcida organizada Máfia Azul compareceram ao local e acabaram impedidos de assistir à celebração religiosa.

O grupo chegou ao local com uma hora de antecedência e entoou gritos de incentivo, além de cantar parabéns para o atual campeão brasileiro. A Polícia Militar foi chamada para supervisionar os torcedores e não registrou nenhum incidente. Às 19h30, os membros da Máfia Azul desistiram de entrar na sede social e foram embora sem criar confusão.

Além da missa, o Cruzeiro recebeu homenagens de ex-jogadores pelo aniversário de 93 anos. "Parabéns ao Cruzeiro EC!!! Sou um privilegiado de participar da história desse clube. Parabéns a todos cruzeirenses", declarou o meia Alex, peça chave na tríplice coroa de 2003 e atualmente no Coritiba, via Twitter .

O ex-lateral esquerdo Juan Pablo Sorín publicou foto de uma miniatura própria vestindo a camisa do time no Instagram . O argentino, que atualmente é comentarista, também deixou mensagem de carinho ao clube e aos torcedores: "Parabéns, Cruzeiro Esporte Clube! Feliz aniversário e feliz 2014 para toda a torcida do tricampeão".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.