Tamanho do texto

Principal contratação envolve o goleiro Dida, que trocou o Grêmio pelo rival Internacional

O zagueiro Pedro Geromel foi apresentado como novo reforço do Grêmio
WESLEY SANTOS/Gazeta Press
O zagueiro Pedro Geromel foi apresentado como novo reforço do Grêmio

Depois de um 2013 de muitos gastos e poucas conquistas, os dois grandes do futebol gaúcho iniciam o novo ano sem reforços milionários ou contratações de impacto. Os reforços trazidos por Grêmio e Internacional para o ano que se inicia nesta quarta-feira se caracterizam por serem pouco dispendiosos. Ambos os clubes iniciam 2014 com saldo financeiro positivo nas contratações, vendendo mais do que gastando para contratar.

Comente esta notícia com outros torcedores

O Grêmio trouxe como reforços o zagueiro Pedro Geromel, desconhecido dos torcedores brasileiros, sem custos. O volante Edinho, que estava no Fluminense, também veio sem que o clube tivesse que desembolsar pela transação. O lateral-esquerdo Jardiel, do Londrina, foi adquirido como aposta para o futuro. Nenhuma contratação foi ainda trazida para o setor ofensivo - o clube pode apostar no retorno de Leandro, que atuou em 2013 emprestado ao Palmeiras e segue com situação indefinida para 2014.

Mercado da bola: o vaivém do mercado e as negociações que envolvem seu clube

Wellington Paulista e Dida já foram apresentados como reforços do Inter para 2014
Divulgação/Internacional
Wellington Paulista e Dida já foram apresentados como reforços do Inter para 2014

Deixaram a Arena o goleiro Dida, que foi para o Internacional, o atacante Vargas e o lateral-esquerdo Alex Telles, vendido ao Galatasaray. Para substituí-los, nomes que já pertencem ao grupo: Marcelo Grohe será alçado à condição de goleiro titular em 2014, e Wendell, que teve seu passe comprado junto ao Londrina, será a aposta na ala esquerda, após boas atuações pelo Brasileirão.

No Internacional, o cenário é bem parecido. Depois de gastar muito com a folha salarial em 2013 e não ter as altas rendas do Beira-Rio como receita, o clube fechou o ano vendendo Leandro Damião ao Santos, transação que lhe rendeu R$ 28 milhões. Nomes como os laterais Gabriel e Kleber também saíram, aliviando a folha salarial.

As contratações são de pouco impacto, mas priorizando a defesa, pior setor do time em 2013. Do Goiás, veio o zagueiro Ernando; do Cruzeiro, o ex-gremista Paulão deve ser anunciado nos próximos dias. Isso sem falar em Dida, que não renovou com o Grêmio e é o novo dono da camisa 1. Para o ataque, o nome trazido até agora é Wellington Paulista. Nomes como Forlán e Scocco também podem deixar o Beira-Rio na virada do ano.

Além das trocas de jogadores, Grêmio e Inter também mudam seu comando para o ano que vem. O perfil, porém, é bem diferente: enquanto o Tricolor segue sua política de baratear o futebol apostando em Enderson Moreira para o lugar de Renato Gaúcho, o Colorado traz Abel Braga a peso de ouro para substituir o interino Clemer.