Tamanho do texto

Apesar do pagamento realizado, o 13º salário e os direitos de imagem dos atletas do elenco seguem pendentes

Grêmio, de Barcos, foi o vice-campeão brasileiro de 2013
Futura Press
Grêmio, de Barcos, foi o vice-campeão brasileiro de 2013

No último dia de 2013, o Grêmio enfim regularizou os salários atrasados. A direção conseguiu quitar os dois meses de atraso antes do ano novo. Os R$ 6 milhões recebidos como prêmio pelo vice-campeonato brasileiro ajudaram a diretoria a realizar o pagamento. No entanto, o 13º salário e os direitos de imagem dos atletas seguem atrasados.

Será com o dinheiro da venda de Alex Telles para o Galatasaray que a direção pagará o que ainda deve aos atletas. Ao todo, o clube gaúcho receberá cerca de R$ 9 milhões dos turcos, valor suficiente para quitar as dívidas. O valor deve ser recebido no começo de janeiro. O objetivo é zerar o saldo negativo antes da reapresentação, marcada para o dia 8 de janeiro.

A crise financeira do Grêmio em 2013 teve ao menos dois motivos, entre outros tantos: o alto investimento no futebol e o contrato com a OAS na gestão da Arena. O déficit do Tricolor no ano superou os R$ 90 milhões. A saída de atletas caros do elenco, como Dida, Vargas e Marcelo Moreno, a folha salarial deve ser reduzida substancialmente para 2014. A renegociação do contrato de gestão do novo estádio também deve aliviar as finanças no ano novo.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.