Tamanho do texto

"Tudo estava sendo conversado mais na amizade. Não queria esse caminho, mas se for preciso entrar na Justiça para resolver a situação, vou entrar", disse o volante

A novela envolvendo o destino do volante Elias pode terminar nas mãos da Fifa. O meio-campista, que pertence ao Sporting, de Portugal, e esteve emprestado ao Flamengo neste ano, avalia como injusta a recusa do time português em negociar sua transferência ao clube carioca e já admite tomar medidas legais para definir seu futuro.

Mercado da bola: veja o entra e sai de atletas e os boatos do seu clube

Elias: preso ao Sporting, de Portugal
Buda Mendes/Getty Images
Elias: preso ao Sporting, de Portugal

"Tudo estava sendo conversado mais na amizade. Não queria esse caminho, mas se for preciso entrar na Justiça para resolver a situação, vou entrar", admitiu o jogador no Maracanã, logo após participar do Jogo das Estrelas, promovido por Zico.

Leia mais:  Jayme elogia Everton e diz que Flamengo deve ter mais reforços

Elias disse ainda não entender os motivos do Sporting que levam a dificultar sua saída em definitivo para o futebol brasileiro.

"Sinceramente, não sei por que estão fazendo isso. Meu pai saiu de lá com uma proposta e agora eles estão pedindo um valor maior. Queremos um preço justo porque o que estão pedindo é para jogador de 20 anos que está saindo para a Europa. Quero ficar, já disse ao Flamengo. Mas para isso eles precisam ceder. Se não, terei de voltar ao Sporting e cumprir o restante do contrato", desabafou.

Em outubro de 2013, o jogador entrou com uma ação na Fifa cobrando oito meses de salários atrasados ao Sporting, pedindo a quitação da dívida e a rescisão do contrato. Um acordo entre as partes, no entanto, fez Elias retirar a queixa. Entre os termos, estava um valor fixo de transferência caso o Flamengo decidisse continuar com o meio-campista.