Tamanho do texto

Manutenção do trio foi um pedido de Gilson Kleina, mas clube tem dificuldade para honrar compromisso

Márcio Araújo tem mais de 200 jogos pelo Palmeiras, onde está desde 2010
Arquivo iG
Márcio Araújo tem mais de 200 jogos pelo Palmeiras, onde está desde 2010

Dos cinco jogadores que Gilson Kleina pediu para que os contratos fossem renovados, o Palmeiras pode ficar sem três. Já acertado com Marcelo Oliveira e próximo de acordo salarial com Leandro, a diretoria não consegue garantir Vilson e Márcio Araújo e ainda pensa se atenderá ao técnico em relação a Charles.

Deixe seu comentário para a notícia

"O Márcio e o Vilson estão distantes ainda", disse o diretor executivo José Carlos Brunoro à rádio Globo . Os dois ficarão sem contrato com o clube na terça-feira e seus representantes manifestaram que ambos não gostaram do salário oferecido.

Os dois são titulares, e Márcio Araújo é considerado fundamental pelo treinador. Embora criticado por torcedores durante os quatro anos em que esteve no clube, o volante sempre foi titular, mas se frustrou com o modelo oferecido de contrato de produtividade, com salário menor e prêmios maiores.

O mesmo ocorre com Vilson, cuja situação é ainda mais difícil. Os representantes do zagueiro dizem que o Palmeiras ofereceu um salário menor ao que já tinha sido combinado quando ele chegou ao clube, em fevereiro. Um clube europeu e outro brasileiro mantidos em sigilo por seus empresários já se aproximam de acordo com o jogador.

Em relação a Charles, o caso é curioso, já que o treinador tornou público seu desejo de ficar com o volante, mas a diretoria não o quer. "Não decidimos se renovaremos ou não o empréstimo do Charles. Não temos 100% de certeza sobre isso", explicou Brunoro.

Reserva na reta final da Série B do Brasileiro, Charles é visto como boa opção de dinâmica no meio-campo. Como com Marcelo Oliveira, o Palmeiras tem assegurado em contrato o direito de renovar o empréstimo por mais um ano unilateralmente, e o próprio meio-campista já avisou que quer ficar.

A diretoria do Palmeiras tem se mostrado criteriosa nas renovações e já devolveu Ananias ao Cruzeiro, apesar de poder prorrogar automaticamente sua permanência até o final do Campeonato Paulista. O zagueiro André Luiz também não vai ficar e está livre para assinar sem custos com qualquer clube.

Se Charles, Vilson e Márcio Araújo não ficarem, Kleina vai pedir mais dois volantes e um zagueiro. Na defesa, o clube já espera Lúcio se desligar do São Paulo para avançar nas negociações e mantém contato com Edcarlos, zagueiro revelado no Morumbi e que está sem contrato após passar este ano na Coreia do Sul.