Tamanho do texto

Após ajudar o time a fugir do rebaixamento no Brasileirão, goleiro renovou até o final da próxima temporada

A campanha sofrida para permanecer na elite do futebol nacional rendeu bons frutos ao Criciúma. Apontado como um dos responsáveis pela fuga da zona de rebaixamento nas rodadas finais do Campeonato Brasileiro, o goleiro Galatto caiu nas graças da torcida e da diretoria do Tigre e teve o contrato renovado até o final da próxima temporada.

O acerto foi divulgado pelo clube catarinense no final da tarde desta quinta-feira e o arqueiro até posou para foto antes de assinar o novo vínculo com o time de Heriberto Hulse. Contratado pelos carvoeiros no segundo semestre, Galatto rapidamente ganhou a disputa com Bruno e Helton Leite e assumiu o posto de titular.

Mercado da bola: veja o entra e sai de atleta e os boatos que envolvem seu clube

Como dono da posição, o jogador de 30 anos disputou 19 partidas pelo Criciúma em 2013. Foram dois confrontos pela Copa Sul-americana, quando o clube acabou eliminado pela Ponte Preta, e 17 pelo Campeonato Brasileiro. No início da temporada, havia defendido as cores do CRB na disputa do Campeonato Alagoano e da Copa do Nordeste.

Galatto foi revelado nas categorias de base do Grêmio e viveu um dos momentos mais marcantes da história do time gaúcho ao defender um pênalti diante do Náutico na Série B do Brasileirão em 2005. O Tricolor já tinha quatro jogadores a menos do que o Timbu quando o goleiro agarrou a penalidade e assistiu ao gol de Anderson nos minutos finais para garantir o acesso.

Depois do milagre pelo Imortal, Galatto rodou o futebol mundial. Em 2008 acertou com o Atlético-PR e permaneceu em Curitiba por dois anos até acertar com os búlgaros do Litex Lovech. Málaga-ESP e Neuchatel Xamax-SUI também contaram com o arqueiro, que retornou ao Brasil em 2012 para defender Itumbiara e América-RN.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.