Tamanho do texto

Para advogado, cenas de violência na Arena Joinville no Atlético-PR x Vasco aumentam rigor e motivaram os vetos

Arena Joinville teve briga entre torcedores de Atlético-PR e Vasco no Brasileiro
Giuliano Gomes/Gazeta Press
Arena Joinville teve briga entre torcedores de Atlético-PR e Vasco no Brasileiro

A primeira vistoria da Polícia Militar de Santa Catarina aos estádios que serão palco do Campeonato Catarinense ficou muito longe de ser favorável aos clubes. Nenhum dos dez estádios foram aprovados e os times precisarão recorrer até o início do torneio para poder atuar em seus domínios.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

O laudo da PM que será entregue nesta quinta-feira à Federação Catarinense de Futebol (FCF) constará como incompleto. Nesta data, os clubes catarinenses terão que enviar o documento à FCF para que esta gerencie a adequação dos estádios ao Termo de Ajustamento de Conduta planejado junto ao Ministério Público de Santa Catarina.

Para o advogado Sandro Barreto, a decisão de vetar os dez estádios é reflexo das cenas lamentáveis vistas no confronto entre Atlético-PR e Vasco, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Joinville. "A PM, até por tudo que aconteceu, está sendo bastante rigorosa, alguns casos de fácil resolução. Esses casos, que constariam como aprovado com restrições, apareceram como reprovados", explica.

Na segunda-feira, uma reunião entre a Polícia Militar e representantes dos clubes catarinenses será realizada para que os dirigentes recebam as recomendações e os relatórios e possam, a partir disso, fazer os ajustes solicitados.

Confronto na Arena Joinville

No dia 8 de dezembro, Atlético-PR e Vasco entraram em campo em situações opostas na última rodada do Brasileirão. Enquanto o Furacão buscava vencer para garantir vaga na Libertadores, o time carioca buscava se livrar do rebaixamento. A disputa dentro de campo, porém, foi ofuscada pela briga generalizada que aconteceu nas arquibancadas entre torcedores das duas equipes. Dos envolvidos, 24 foram presos e passarão o Natal na cadeia de Joinville-SC.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.