Tamanho do texto

Tabela do torneio estadual prevê jogos com intervalo inferior às 66 horas previstas em lei no Brasil

A 13ª Vara da Justiça do Trabalho decidiu suspender temporariamente a edição 2014 do Campeonato Cearense. Após o Safece (Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Ceará) contestar a tabela do torneio, o Ministério Público do Trabalho analisou o intervalo entre os jogos das equipes e decidiu agir.

No calendário atual, o Campeonato Cearense tem início em 5 de janeiro e tem jogos com intervalos menores do que em 66 horas, o que infringe as normas que regem o futebol nacional. Desta forma, a tabela da competição precisa ser reformulada antes de a bola rolar.

"Esse problema vem se arrastando desde este ano de 2013. Buscamos o Ministério Público e fizemos uma denúncia. Fizemos baseada nos dados do fisiologista da Unifor, Ricardo Lima. Essa tabela atrapalha a integridade física dos jogadores. O Ferroviário, por exemplo, vai jogar quatro jogos em oito dias, com viagem, com concentração", denuncia o ex-atacante Marcos Gaúcho, presidente do Safece.

O ex-jogador ainda afirma que a atitude do  Safece tem o objetivo de melhorar as condições da disputa e evoluir a competição. "O nosso movimento é para melhorar a qualidade do futebol cearense. Nós queremos qualidade e isso passa obrigatoriamente pelo descanso dos jogadores", afirma.