Tamanho do texto

Ex-jogador da seleção holandesa afirmou que não deixa atual cargo porque ainda há trabalho a ser feito

Reuters

Frank De Boer diz que só deixaria Ajax se não houvesse mais desafios com o time
Getty Images
Frank De Boer diz que só deixaria Ajax se não houvesse mais desafios com o time

Frank de Boer recusou a proposta do Tottenham Hotspur mais uma vez na sexta-feira, dizendo que se encontra plenamente satisfeito no cargo de treinador do Ajax. "Estou muito satisfeito com este emprego no Ajax", disse a jornalistas em uma coletiva de imprensa. "Eu só deixaria Amsterdã se não houvesse mais desafios por aqui", completou.

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

As especulações ganharam força quando o ex-jogador da seleção holandesa apareceu em uma lista de sucessores do português André Villas-Boas no comando do Tottenham.

Um dia antes, De Boer se mostrara "honrado" pelo interesse do clube da primeira divisão inglesa. "Isso significa que tenho boa reputação. Mas vou ficar no Ajax", disse após a vitória da quinta-feira por 3 x 0 sobre o clube amador Ijsselmeervogels.

LEIA MAIS: Brasil é favorito em 2014, diz Frank De Boer

"O Tottenham não é um clube que me interessa no momento. Mas acho que é, de fato, um grande clube. Como é também o Liverpool, por exemplo. Tudo tem a ver com o 'timing'. Não encerrei meu trabalho com o Ajax", disse.

De Boer está atrás do quarto título holandês consecutivo e da conquista da Liga Europa. No último ano, o treinador de 43 anos, que foi jogador em times como Ajax, Barcelona, Galatasaray e Glasgow Rangers, entrou em atrito com o Liverpool em função de uma oferta de emprego. Logo após o imbróglio, ele assinou com o Ajax até 2017.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas