Tamanho do texto

Rafael Clini Diana estava em uma viagem no cruzeiro. Ele é suspeito de formação de quadrilha

Policiais entraram em confronto com torcedores do Palmeiras em Araraquara
Jackson Bezerra
Policiais entraram em confronto com torcedores do Palmeiras em Araraquara

Rafael Clini Diana, membro da torcida organizada Mancha Alviverde, foi preso na manhã desta quinta-feira, em Santos. O suspeito, que estava fazendo um cruzeiro, foi detido quando o navio atracou em Santos. Rafael foi transferido para São Paulo e encontra-se no 77º Distrito Policial, localizado no bairro de Santa Cecília. Ele ainda será transferido para um Centro de Detenção Provisória (CDP), este ainda a ser definido.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

Além dele, Maxsuel Santana Pereira e Mauricio de Oliveira Sobral tiveram a prisão temporária decretada e se apresentaram às autoridades na última quarta-feira. O trio é suspeito de de formação de quadrilha ou bando, lesão corporal dolosa e provocação de tumulto ao envolver-se em uma confusão na partida entre Palmeiras e Botafogo, no ano passado, em Araraquara.

A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) investiga o caso há mais de um ano e já cumpriu mandados de buscas domiciliares, que resultaram na apreensão de roupas, objetos ligados à organizada e até simulacros de arma de fogo.

Por meio do presidente Marcos Ferreira, a Mancha Alviverde afirmou que não se pronunciará sobre o caso e não confirmou se colocará um advogado à disposição dos suspeitos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.