Tamanho do texto

Técnico português não suportou pressão após os 5 a 0 em casa para o Liverpool no domingo

André Villas-Boas foi sacado do comando do Tottenham depois de goleada para o Liverpool
John Powell/Getty Images
André Villas-Boas foi sacado do comando do Tottenham depois de goleada para o Liverpool

Um dia após a goleada sofrida para o Liverpool no White Hart Lane , a diretoria do Tottenham anuncia nesta segunda-feira a demissão do técnico português André Villas-Boas. A derrota por 5 a 0 foi o estopim para a saída do treinador, que sofria forte pressão há semanas. O time já havia tomado 6 a 0 do Manchester City.

Veja a classificação, tabela de jogos, notícias e artilharia do Campeonato Inglês

A demissão de Villas-Boas foi decidida após reunião com o presidente do Tottenham, Daniel Levy, e o diretor técnico Franco Baldini. O encontro foi forçado pela derrota sofrida no último domingo.

O descontentamento com o técnico português ganhou força com a goleada por 6 a 0 sofrida diante do Manchester City, no último dia 24 de novembro. De lá para cá, o time chegou a atuar bem nos encontros válidos pela Liga Europa, mas não convenceu no Campeonato Inglês.

Villas-Boas chegou ao Tottenham na metade do ano passado, com contrato até julho de 2015, e levou o time ao quinto lugar do torneio nacional em sua primeira temporada. Apesar do bom desempenho, as duas goleadas praticamente seguidas deram fim ao trabalho do treinador.

Em entrevista coletiva após o revés diante do Liverpool, Villas-Boas reconheceu os erros cometidos. "Novamente, assumo a responsabilidade pelas falhas, mas não preciso convencer ninguém. A nossa temporada tem sido excelente nas outras competições, mas no Campeonato Inglês não. É essa a nossa realidade", admitiu.

O português ganhou notoriedade internacional no comando do Porto, na temporada 2010/11, quando conquistou o Campeonato Português de forma invicta e também venceu a Liga Europa. Na sequência, teve oportunidade no Chelsea, mas ficou poucos meses no clube, sendo demitido em março do ano passado. Mesmo com passagens por dois clubes de expressão na Inglaterra, Villas-Boas não conseguiu repetir o bom trabalho feito em Portugal.

O Tottenham é o sétimo colocado no Campeonato Inglês, com 27 pontos em 16 jogos. Para alcançar o principal objetivo da temporada e conquistar uma vaga na Liga dos Campeões da próxima temporada, os Spurs precisam alcançar o quarto lugar, hoje ocupado pelo City com 32 pontos.