Tamanho do texto

Pontífice torce para time de Buenos Aires que se se sagrou campeão argentino no domingo. Taça será levada ao Vaticano

Papa é torcedor do San Lorenzo na Argentina
Gregorio Borgia/AP
Papa é torcedor do San Lorenzo na Argentina

O papa Francisco não escondeu sua alegria ao saber que seu time, o San Lorenzo, havia conquistado o Torneio Inicial do Campeonato Argentino na noite deste domingo, após o empate por 0 a 0 contra o Vélez Sarsfield. Segundo o jornal italiano "La Repubblica" , o pontífice teria expressado sua felicidade nesta manhã, quando soube do feito do clube.

"San Lorenzo campeão? Que alegria!", teria dito o papa Francisco logo ao acordar.

Deixe seu comentário para esta notícia

Na próxima terça-feira, quando completará 77 anos, Jorge Mario Bergoglio deverá receber representantes do San Lorenzo. A expectativa é que o Papa se encontre com Matías Lammens, presidente do clube, seu vice, Marcelo Tinelli, o treinador da equipe, Juan Antonio Pizzi, e alguns jogadores.

"É uma visita-relâmpago, mas falta confirmar quando será a audiência, suponho que entre amanhã (terça-feira) e quarta-feira. Vai ser algo emocionante, queremos comemorar com o papa", disse o diretor do San Lorenzo, Bernardo Romeo, a jornalistas.

Romeo acrescentou: "Estamos muito contentes, já que (Francisco) é o torcedor número um e é emocionante visitá-lo. Vamos levar troféu e um campeonato, que não é pouco".

A equipe de Almagro não conquistava o título nacional desde 2007. O empate na partida entre Lanús e Newell’s Old Boys, que também disputavam a primeira colocação, beneficiou o San Lorenzo, que contou com uma defesa difícil do goleiro Torrico, aos 44 minutos do segundo tempo, em chute de Allione, para garantir o 0 a 0.

Com a conquista, o time do papa caiu no Grupo 2 da Copa Libertadores - ao lago de Unión Española (Chile), Independiente José Terán (Equador) e do vencedor do jogo entre Botafogo e Deportivo Quito (Equador), que disputarão a fase preliminar.


* Com Gazeta Esportiva e Reuters