Tamanho do texto

De acordo com estudo da Trevisan, clube lucrou com a segunda divisão e arrecadou 78% mais do que no ano passado. Público também foi maior

Palmeiras levantou a taça de campeão da Série B
Mazão Ramires/Futura Press
Palmeiras levantou a taça de campeão da Série B

Se o palmeirense queria que 2013 passasse rápido para voltar à elite do futebol brasileiro, a diretoria do Palmeiras aproveitou a Série B para encher os cofres do clube. De acordo com um estudo divulgado pela Trevisan Escola de Negócios, o time teve o maior público e arrecadação na segunda divisão do que na Série A no ano passado.

Deixe o seu recado e comente com o os outros leitores

Segundo o levantamento, o Palmeiras teve renda líquida de R$ 6.061.510 nos jogos como mandante na Série B, valor 78% superior se comparado ao ano passado, quando a equipe disputou a Série A. No quesito público, perdeu apenas para o Sport, ficando como o segundo melhor mandante.

Entre as dez partidas com maior número de torcedores na Série B, o Palmeiras aparece em seis delas. A partida com maior público, com 48.960 pagantes e arrecadação líquida de R$ 901.390, foi entre Ceará e Palmeiras, no estádio Castelão.


"Ter o Palmeiras como adversário foi negativo para os rivais no índice técnico, mas um excelente negócio no aspecto financeiro, pois o time paulista representou aumento médio de 41% na receita líquida das outras 19 equipes que disputaram a Série B”, analisou José Gabriel Leiva, pesquisador e consultor

A presença, no entanto, não está relacionado com a diminuição do valor dos bilhetes. Pelo contrário. A média de preço das entradas neste ano foi de R$ 34,08, superior ao de 2012 que foi de R$ 30,49. A escolha da cidade de Londrina, no Paraná, também foi destaque, uma vez que o clube obteve uma renda líquida média de R$ 371.444 por jogo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.