Tamanho do texto

Técnico foi homenageado em premiação e cantou música que embalou conquista no Mundial

O Corinthians conseguiu há um ano o que o Atlético-MG espera fazer no próximo final de semana. E pintar o mundo de preto e branco, com um triunfo por 1 a 0 sobre o Chelsea , em Yokohama, foi algo obtido com as defesas de Cássio, a chegada de Paulinho, a cabeça de Guerrero e a amizade.

Em 16 de dezembro de 2012, a histórica vitória foi celebrada com os jogadores em roda no centro do campo. Observados por quase 30 mil corintianos nas arquibancadas, eles cantaram a música "A Amizade É Tudo", de Thiaguinho e Rodriguinho, momento lembrado na entrega do Troféu Mesa Redonda.

Agora ex-técnico do Corinthians, Tite foi chamado ao palco da premiação e viu um vídeo com momentos da campanha. Na sequência, ouviu o artista Péricles entoar a música adotada como hino pelos alvinegros no Japão, permitindo-se cantarolar timidamente trechos como "somos um só coração".

"É uma grata lembrança. Uma extraordinária lembrança!", levantou o tom da voz. "Foi um grupo de pessoas especial em um momento especial de suas vidas. Fora a questão clubística, eram pessoas que gostavam do convívio entre elas", comentou Tite, emocionado.

Coube a ele liderar os amigos que fechariam um ano perfeito derrubando Al Ahly e Chelsea no caminho para o troféu. "Quis o Papai do Céu: ‘Você vai estar com esse grupo nesse momento especial’. Vocês estão me quebrando as pernas me fazendo recordar isso tudo", concluiu Tite.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.