Tamanho do texto

Equipe marroquina venceu na prorrogação por 2 a 1 com gol de Chtibi e Guehi. Os mexicanos descontaram com Osorio

Raja Casablanca e Monterrey duelaram pelas quartas de final do Mundial de Clubes da Fifa, em Agadir, no Marrocos, e o time da casa venceu na prorrogação por 2 a 1 com gol de Chtibi e Guehi. Os mexicanos descontaram com Osorio. Agora, os marroquinos vão enfrentar o Atlético-MG na próxima quarta-feira, às 17h30 (de Brasília), em Marrakech pela semifinal.

LEIA:  Em treino, Atlético-MG esboça iniciar jogo da estreia do Mundial com Josué

Raja Casablanca, do Marrocos, venceu mexicanos do Monterry por 2 a 1 e pega o Atlético-MG na semifinal do Mundial de Clubes
AP
Raja Casablanca, do Marrocos, venceu mexicanos do Monterry por 2 a 1 e pega o Atlético-MG na semifinal do Mundial de Clubes

A torcida do Raja lotou o estádio e fez a festa. Silêncio, apenas, no minuto em homenagem a Nelson Mandela. A Adrar Arena foi palco, no início da tarde, da vitória do Guangzhou sobre o Al-Ahly, que jogará contra o Bayern de Munique pela outra semifinal.

O Monterrey não se amedrontou diante das vaias da torcida local e, logo aos três minutos do primeiro tempo, Zavala recebeu na ponta direita e chutou por cima do gol de Askri. Dois minutos depois, ainda sufocando a equipe da casa, Juárez bateu de canhota e viu a bola tirar tinta da trave esquerda.

Na tentativa de segurar a pressão adversária, o Raja criou uma boa chance com El Hachimi dentro da área, que, desequilibrado, chutou para fora. Passado o susto inicial, os marroquinos equilibraram a partida e conseguiram abrir o placar: El Hachimi avançou pela direita e bateu cruzado. Orozco saiu mal do gol, espalmando nos pés de Chtibi que mandou para o fundo das redes.

LEIA:  Guardiola elogia Ronaldinho e diz que espera encontrá-lo na final do Mundial

O Monterrey não se abateu com o gol sofrido e conseguiu criar duas oportunidades claras ainda no primeiro tempo. Aos 34 minutos, Delgado bateu no canto esquerdo, mas o goleiro não deixou a bola entrar. Pouco depois, Cardozo chutou forte e Asrki fez uma linda defesa. Em um contra-ataque muito rápido e bem armado, o Raja quase ampliou o placar com Iajour, mas os primeiros 45 minutos terminaram em 1 a 0, apenas.

No segundo tempo os mexicanos não tardaram em reagir: após cobrança de falta de Suazo, Basanta subiu mais do que os zagueiros e cabeceou para empatar a partida em Agadir aos sete minutos. Empate que só não se transformou em vitória graças a Askri, que salvou o chute, cara a cara, de Neri Cardozo. Muito melhor na segunda etapa, o Monterrey teve várias oportunidades de virar o placar. Aos 25 minutos, Cardozo tocou para Delgado, que dominou e chutou, mas a bola acabou desviando na zaga e saindo para escanteio.

Em um segundo tempo muito fraco, o empate em 1 a 1 persistiu no placar e a partida foi para a prorrogação. Logo aos cinco minutos de bola rolando novamente, o volante Guehi foi para a área e colocou o time local na frente novamente, de cabeça, após cobrança de escanteio.

Nervoso, o Monterrey não conseguiu reagir e mesmo com um grande número de escanteios, as chegadas à área não passaram pelo goleiro marroquino. Melhor para o Raja Casablanca, que comemorou a chegada inédita à semifinal do Mundial de Clubes.