Tamanho do texto

Brasileiro marcou os dois gols da vitória por 2 a 1 pelo Campeonato Espanhol

Neymar faz dois, e Barcelona vence o Vilarreal por 2 a 1
David Ramos/Getty Images
Neymar faz dois, e Barcelona vence o Vilarreal por 2 a 1

Se os torcedores do Barcelona tinham algum receio com a ausência de Lionel Messi até o final de janeiro de 2014, Neymar mais uma vez deu a resposta no Camp Nou. O brasileiro, que já havia marcado três na goleada por 6 a 1 sobre o Celtic pela Liga dos Campeões, anotou mais dois neste sábado e foi o protagonista da vitória por 2 a 1 em cima do Villarreal. O time só perde a liderança caso o Atlético de Madri ganhe do Valencia neste domingo por três gols de diferença.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

Válida pela 16ª rodada do Campeonato Espanhol, a partida  começou da mesma forma que o jogo da última quarta-feira, com os catalães dominando a posse de bola e recuperando o controle dela no campo de ataque. A diferença é que, contra os escoceses, Piqué abriu o placar aos seis minutos, enquanto neste sábado a trave parou o chute de Song aos cinco.

Confira a tabela de classificação do Campeonato Espanhol 

O jovem time do Villarreal mostrou bom posicionamento defensivo, com os laterais Mario e Costa segurando as investidas de Neymar e Jordi Alba, dobradinha pela esquerda do ataque do Barça, e de Alexis e Montoya, parceria do lado oposto. A grande atuação de Mario, no entanto, foi colocada em risco aos 27 minutos.

Alba recebeu com liberdade e tentou cruzamento à meia altura para Neymar no meio da área. Mario se atrapalhou ao tentar fazer o corte e colocou a mão na bola. O árbitro Ignacio Iglesias Villanueva não hesitou e assinalou a penalidade máxima. Neymar foi encarregado pela cobrança, caminhou com tranquilidade para a bola e deixou o goleiro Asenjo sem reação ao acertar o canto direito.

O gol aos 29 minutos fez o Villarreal se aventurar mais vezes ao ataque, deixando mais espaços para o veloz ataque do time da casa. Em uma das descidas, Alexis dominou sozinho na entrada da pequena área após enfiada de Fabregas e buscou o canto esquerdo baixo. Asenjo mostrou reflexo e se esticou para operar um milagre.

No intervalo, o técnico Marcelino Toral conseguiu mobilizar a equipe visitante, que precisou de apenas dois minutos na etapa complementar para deixar tudo igual. Trigueros cobrou escanteio na marca do pênalti, o capitão Musacchio antecipou Bartra com facilidade e acertou linda cabeçada, sem chances para o goleiro Pinto.

A virada por pouco não saiu aos cinco, quando o mexicano Giovani dos Santos dominou na direita, cortou Piqué para o meio e soltou a canhota na bola para assustar a torcida catalã. Os visitantes também passaram por momento de susto, já aos 15 minutos. Montoya entrou sozinho pela direita e contou com desvio na defesa para acertar a trave.

Na sequência, foi Fabregas quem recebeu de Alexis nas costas de Costa e bateu cruzado para ótima defesa de Asenjo. A noite inspirada do goleiro, porém, não foi suficiente para brecar Neymar. Alexis recebeu de Fabregas nas costas da defesa e tocou para o meio da pequena área. O astro da camisa 11 empurrou para as redes e coroou a semana mágica com cinco gols em dois jogos.

O brilho de Neymar deixa o Barcelona com 43 pontos, apaga a frustração pela derrota por 1 a 0 para o Athletic na rodada anterior e mantém o 100% de aproveitamento do time de Gerardo Martino como mandante. No próximo domingo, porém, o brasileiro será desfalque diante do Getafe por ter levado o terceiro cartão amarelo. Já o Villarreal segue com 28 pontos na quinta colocação e encara o Sevilla no sábado.