Tamanho do texto

Elkeson, ex-Botafogo, Conca, ex-Fluminense, marcaram os gols da vitória deste sábado

O Guangzhou venceu o Al-Ahly por 2 a 0, pelas quartas de final do Mundial de Clubes, em Agadir, no Marrocos, na Adrar Arena, com gols de Elkeson e Conca. Os vencedores agora encaram o gigante Bayern de Munique nas semifinais da competição.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Brasileiro Elkeson abriu o placar para o Guangzhou Evergrande no Mundial de Clubes
LOUAFI LARBI/REUTERS/Newscom
Brasileiro Elkeson abriu o placar para o Guangzhou Evergrande no Mundial de Clubes


O secretário geral da Fifa, Jêróme Valcke, acompanhou a partida entre chineses e egípcios, que foi apitada pelo brasileiro Sandro Meira Ricci. A torcida do Al-Ahly compareceu em bom número à arena.

O jogo

O time egípcio foi quem tomou a iniciativa e criou uma boa chance logo aos cinco minutos, com Aboutrika, que acabou mandando de cabeça para fora. Com a torcida cantando sem parar, parecia que o gol sairia logo. Impressão logo desfeita pela pressão que começou a ser imposta pelos chineses.

Aos 14 minutos, o brasileiro Elkeson recebeu ótimo passe na entrada da área, cortou para a canhota e chutou muito perto da trave esquerda. O argentino Conca também teve boa chance, mas acabou desarmado. A partir dos 30 minutos, o jogo ficou equilibrado, com as duas equipes atacando e defendendo intensamente. Cartão amarelo para Sun Xiang, aos 44 minutos.

Conca marcou o gol que fechou a vitória do Guangzhou Evergrande sobre o Al Ahly
AMR ABDALLAH DALSH/Reuters/Newscom
Conca marcou o gol que fechou a vitória do Guangzhou Evergrande sobre o Al Ahly

No segundo tempo, a rede foi finalmente balançada. Com apenas três minutos de bola rolando na segunda etapa, Munique recebeu na área, passou pelo goleiro e bateu forte. Fathy tirou em cima da linha, mas a bola sobrou para Elkeson, que abriu o placar para o Guangzhou.

A pressão chinesa não diminuiu e, aos 21 minutos, a bola sobrou para o argentino Dario Conca, após chute de Muriqui rebatido pelo goleiro Ekramy, e ele mandou para o fundo do gol. O técnico Mohamed Youssef tentou virar o jogo mexendo na equipe, porém não foi suficiente para fazer a festa da torcida presente.

Os chineses continuaram melhores em campo e souberam administrar a vantagem conquistada. Agora, o time do brasileiro Elkeson aguarda o confronto com o Bayern de Munique nas semifinais do Mundial de Clubes.