Tamanho do texto

Fora de casa, time do brasileiro naturalizado italiano e do uruguaio aplicou 3 a 1 para cima do Rennes na tarde deste sábado

O Paris Saint-Germain conseguiu uma importante vitória sobre o Rennes neste sábado, por 3 a 1, no Route de Lorient, e se manteve isolado na liderança do Campeonato Francês. Thiago Motta, brasileiro naturalizado italiano, o craque sueco Zlatan Ibrahimovic e o uruguaio Edinson Cavani marcaram os gols do time da capital francesa. O Rennes descontou com o meia Alessandrini.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

Cavani comemora gol para o PSG no Campeonato Francês
Stephane Mahe/Reuters
Cavani comemora gol para o PSG no Campeonato Francês


Foi o 13ª triunfo do PSG em 18 rodadas do Campeonato Francês, que fez o clube chegar a 43 pontos ganhos em 43 possíveis, um aproveitamento de 79%. Faltando uma rodada para o término do primeiro turno, a equipe só foi derrotada pelo Évian. Já o Rennes continuou na parte de baixo da tabela, com menos da metade dos pontos do rival deste sábado. A equipe tem 21 pontos e iniciou a rodada na 13ª posição.

O jogo

As equipes iniciaram a partida em ritmo lento, com poucas chances reais de gol. Com 19 minutos, no entanto, o volante Thiago Motta aproveitou falha de Alessandrini, roubou a bola no campo de ataque, driblou o marcador e acertou um belo chute de fora da área no canto direito do goleiro Costil.

Em busca do empate, o Rennes saiu mais para o jogo e expôs sua defesa. Mas, ao longo do primeiro tempo, os contra-ataques do PSG foram mais efetivos que as tentativas do time mandante. O placar, no entanto, não foi alterado.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Francês

Aos sete minutos da segunda etapa, Matuidi invadiu a área adversária e acabou derrubado pelo jovem zagueiro Hountondji. O árbitro assinalou pênalti para os parisienses. Zlatan Ibrahimovic deslocou o goleiro e chutou rasteiro no canto esquerdo para a ampliar a vantagem de seu time na partida.

O Rennes não se abateu e tentou diminuir o placar apostando em bolas paradas. A tática deu certo, e, com 22 minutos, Alessandrini se redimiu da falha no primeiro gol e mandou um chute forte nas redes do PSG, em cobrança de falta. Encoberto pela barreira, o goleiro Sirigu pulou atrasado e não conseguiu fazer a defesa.

Mas o empate do Rennes não veio. O Paris Saint-Germain passou a controlar a partida após o gol sofrido, e já nos acréscimos, Edinson Cavani driblou Hountondji e chutou rasteiro de fora da área para decretar a vitória dos visitantes por 3 a 1.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.