Tamanho do texto

Com dois gols do jogador brasileiro, equipe venceu por 6 a 3 e acirrou a disputa pela liderança do Campeonato Inglês. Diferença para o líder Arsenal caiu para três pontos

Diante da torcida que compareceu em peso no Etihad Stadium, o Manchester City se aproximou da liderança do Campeonato Inglês ao vencer o Arsenal, por 6 a 3, neste sábado, em jogo válido pela 16ª rodada da competição. O resultado faz com que os Gunners não disparassem na ponta da tabela e deu chances para que a briga pelo primeiro lugar fique ainda mais acirrada.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

Brasileiro Fernandinho comemora a vitória por 6 a 3 do Manchester City contra o Arsenal
Richard Heathcote/Getty Images
Brasileiro Fernandinho comemora a vitória por 6 a 3 do Manchester City contra o Arsenal


Um dos principais jogadores do jogo, o brasileiro Fernandinho se aproveitou de dois erros adversários para marcar dois gols na goleada. Além dele, Aguero, Negredo, David Silva e Yaya Touré marcaram para o time de Manchester, enquanto Walcott, duas vezes, e Mertesacker marcaram para os adversários.

Confira a tabela de classificação do Campeonato Inglês

Com a derrota, o Arsenal continuou na liderança com 35 pontos, quando o City chegou aos 32 e subiu para a segunda colocação, diminuindo para apenas três pontos a diferença entre as equipes. No entanto, o City pode perder o posto neste final de semana, já que Liverpool e Chelsea, que têm 30 pontos, ainda jogarão na rodada.

A competição continuará tendo duelos decisivos já que o próximo compromisso do Arsenal é contra o Chelsea, no dia 21, no Emirates Stadium. Enquanto isso, o City terá um caminho mais fácil e enfrentará o Fulham.

O jogo

Apoiado pela torcida que lotou o Etihad Stadium, o City começou pressionando e dominou o jogo nos primeiros minutos, o que surtiu efeito em pouco tempo. Aos 13 minutos, em cobrança de escanteio de David Silva, Demichelis apareceu na primeira trave e desviou para dentro da área, onde Aguero apareceu sozinho e acertou um belo voleio para inaugurar o placar.

Sem deixar os adversários jogarem, os citizens continuaram pressionando e tiveram uma outra boa chance aos 20 minutos, quando Kompany roubou uma bola no meio de campo e deu um ótimo passe para Negredo, que chutou forte cruzado, mas a bola acertou a rede pelo lado de fora.

Conseguindo equilibrar as forças no duelo, o Arsenal contou com um vacilo do oponente para empatar. Desatento, Yaya Touré acabou desarmado no meio-campo. Na sequência, a bola chegou em Ozil. O alemão teve tranquilidade e tocou para trás, de onde chegou Walcott, que chutou fraco, mas colocado, para empatar.

Depois de perder algumas oportunidades, Negredo enfim marcou aos 38 minutos. Depois de uma enfiada de bola, Zabaleta disparou pela direta e enxergou o camisa 9 dentro da área. Bem posicionado, o atacante se antecipou sobre os marcadores e só empurrou para as redes para colocar sua equipe novamente em vantagem.

O City continuou com um ritmo forte para tentar aumentar a vantagem antes do intervalo, porém o terceiro gol só veio pouco tempo após os retornarem dos vestiários. Logo aos cinco minutos, foi a vez da equipe contar com uma falha do adversário. Fernandinho se aproveitou de uma passe errado, teve tempo para avançar e olhar para o goleiro antes de acertar um belo chute colocado e deixar o placar apontando 3 a 1.

Aos 12, após ótima jogada na entrada da área, Ramsey deu uma cavaidnha para encontrar Walcott, que mostrou categoria, colocou a bola no ângulo e pôs o Arsenal de volta na partida ao marcar o segundo gol.

No entanto, os anfitriões voltaram a mostrar superioridade e frustraram os torcedores do Gunners aos 20 minutos, quando Silva só teve o trabalho de empurrar para as redes após receber um cruzamento rasteiro de Navas. O jogo seguiu com grandes chances, mas foi praticamente definido aos 42 minutos. Aproveitando-se de mais um erro da defesa adversária, Fernandinho fez ótima tabela com Nasri e ainda driblou um zagueiro dentro da área antes de marcar seu segundo gol.

O resultado estava praticamente garantido, mas Martesacker conseguiu descontar aos 49. Apesar de estar nos acrésimos o City teve tempo de marcar mais um. Em cobrança de pênalti, Touré bateu fraco e sacramentou a vitória.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.