Tamanho do texto

"Todos têm contrato, e eles serão cumpridos. Pode surgir algum interessado, mas não separamos nenhum nome específico para que isso aconteça", disse diretor

Em um processo de reformulação que começou pela troca de técnico, o Corinthians negou uma disposição para desfazer-se de jogadores com contrato em vigor. O clube confirmou apenas o adeus de Maldonado, cujo compromisso acaba no final do mês, contestando as notícias de que Danilo, Douglas e Emerson estejam de saída.

Leia mais:  Altos valores fazem Corinthians descartar contratações de Marcelo e Elias

"Todos têm contrato, e eles serão cumpridos. Pode surgir algum interessado, são possibilidades que existem, mas não separamos nenhum nome específico para que isso aconteça. A gente não vai forçar para que isso aconteça, não", afirmou o diretor de futebol alvinegro, Roberto de Andrade.

A verdade, porém, é que o Corinthians não faz grande questão de manter os três atletas citados acima. Danilo tem contrato até o meio do ano e será liberado se quiser sair, como o clube fez com Chicão. O compromisso de Douglas vai até o fim de 2014. Com Emerson, o acordo é até a metade de 2015.

A diretoria também não se chateará se conseguir empurrar o criticado Ibson para algum outro time. Alexandre Pato deverá permanecer, mas uma boa proposta fará os dirigentes considerarem seriamente o adeus do atacante, que teve um ano ruim, bateu um pênalti caricato e passou a ser xingado por boa parte da torcida.

"Todos são negociáveis. Mas, para haver negociação, tem que aparecer algum interessado. Não existe proposta por nenhum jogador, e nenhum jogador nos procurou querendo sair. Todos poderão ser negociados, sem exceção, mas não aconteceu proposta para ninguém. Por enquanto, todos permanecem", disse Roberto de Andrade.