Tamanho do texto

"Não é minha linha levar jogadores para onde eu vou, mas é que esses são bons jogadores", disse o técnico, ainda sem revelar os nomes dos atletas que pretende contratar

Muricy Ramalho, técnico do São Paulo
Divulgação/São Paulo FC
Muricy Ramalho, técnico do São Paulo

A lista de reforços que Muricy Ramalho entregou à diretoria do São Paulo tem não apenas destaques da temporada - como o volante Bruno Henrique, que defendeu a Portuguesa -, mas também jogadores que já atuaram recentemente sob seu comando em outros clubes.

Quem deve reforçar o São Paulo na próxima temporada? Comente com outros leitores

"Tem de tudo, e têm jogadores que já trabalharam comigo, sim. Não é minha linha levar jogadores para onde eu vou, mas é que esses são bons jogadores. Por isso, a indicação", disse o treinador, na terça-feira, durante a gravação da 10ª edição do Troféu Mesa Redonda.

Leia também: Carleto treina no CT da Barra Funda durante as férias do São Paulo

Muricy não confirma nomes, até para não inflacionar eventuais negócios, mas alguns começam a ser especulados. Em especial os daqueles que foram seus atletas no Santos (no qual trabalhou de 2011 a 2013) e no Fluminense (2010 a 2011), equipes que não terão diferenciais sobre o São Paulo na próxima temporada.

Enquanto o time da Vila Belmiro também não se classificou para a próxima edição da Copa Libertadores, o Fluminense foi rebaixado para a segunda divisão. Assim, Muricy espera convencer velhos conhecidos de que ele prepara um bom planejamento para 2014, a exemplo dos anos em que foi tricampeão brasileiro.

"O São Paulo ainda é um clube que agrada ao jogador no que diz respeito a estrutura e agora também com a permanência do Rogério Ceni, e a minha permanência também. Os jogadores se animam para jogar no São Paulo porque sabem que, no ano que vem, vai ser muito forte, vamos em busca de títulos novamente", acrescentou.

E ainda: Luis Ricardo passa por exames e posa com a camisa do São Paulo

Até o momento, porém, a única contratação do clube foi Luis Ricardo, lateral direito de 30 anos que atuou até domingo pela Portuguesa. O jogador nunca trabalhou com Muricy e nem tem perfil de campeão, como o que ele exigiu aos dirigentes. Seu ponto forte, na opinião do treinador, é poder realizar mais de uma função em campo.

"É um jogador que estamos observando há muito tempo e ficamos contentes que vai começar conosco. É um grande jogador, que atua em posições diferentes, o que hoje é importante. Pela parte econômica, não tem como contratar vários jogadores. Então, às vezes você contrata um para jogar em duas ou três posições. É o caso dele", concluiu.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.