Tamanho do texto

Confiante para eventual duelo contra o Bayern, atacante destaca Ronaldinho e lembra que outros seis jogadores estão habituados a defender o Brasil

Jô na viagem do Atlético-MG para Marrocos, onde disputará o Mundial de Clubes
Divulgação
Jô na viagem do Atlético-MG para Marrocos, onde disputará o Mundial de Clubes

Atlético-MG  não se intimida com a ótima fase do Bayern de Munique, possível adversário na final do Mundial de Clubes da Fifa. Para o atacante Jô, a equipe brasileira tem condições de enfrentar o time alemão, caso ambos se cruzem na decisão do dia 21 de dezembro, no Marrocos.

"Nosso elenco também é bastante qualificado. Temos muitos atletas que já estiveram na seleção brasileira, como eu, o Victor, o Réver, o Léo, o Josué e o Tardelli, além do Ronaldo, que foi duas vezes o melhor do mundo", declarou o atacante.

Segundo Jô, o título da Libertadores não é o bastante para satisfazer os atleticanos. "Para chegar até o Mundial, tem que vencer a Libertadores. Então, significa muita coisa. É um campeonato diferente e será um prazer disputar. É a competição mais importante do futebol mundial, porque reúne os melhores clubes de cada continente, e todos têm o sonho de ser campeão do mundo", declarou.

O Atlético-MG estreia no Mundial no dia 18 de dezembro, quarta-feira que vem, às 17h30 (de Brasília). O adversário pode ser o Monterey, do México, ou o vencedor do duelo entre Raja Casablçanca, do Marrocos, e Auckland City, da Nova Zelândia. O Bayern estreia um dia antes, no mesmo horário, contra Guangzhou Evergrande, da China, ou Al Ahly, do Egito.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.