Tamanho do texto

Superior Tribunal de Justiça Desportiva analisará a culpa dos clubes e do árbitro Ricardo Marques Ribeiro no episódio

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), já agendou a data do julgamento para os envolvidos na briga entre torcedores na partida entre Atlético Paranaense e Vasco da Gama, pela última rodada do Campeonato Brasileiro 2013, em Joinville. Será na sexta-feira, às 13 horas, e terá no banco dos réus além dos clubes o árbitro Ricardo Marques Ribeiro.

O Atllético-PR será julgado por três artigos, o 191, ou seja "deixar de cumprir ou dificultar o cumprimento de medidas para garantir a segurança dos torcedores", e o 211, por "deixar de manter o local indicado para a realização da partida com infraestrutura necessária a assegurar segurança para sua realização". Pelo artigo 213 responderão as duas agremiações por "deixarem de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens na praça de desporto".

Além de multa pesada, os times podem perder até 20 mandos de campo a serem cumpridos no Campeonato Brasileiro 2014, no caso do Vasco na Série B. O árbitro Ricardo Marques Ribeiro será julgado por deixar de "cumprir as obrigações relativas à sua função". Neste caso a continuidade da partida após o tumulto será questionada pelo STJD, porém, nada que modifique o resultado do jogo ou a pontuação dada ao Atlético-PR, que venceu por 5 a 1.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.