Tamanho do texto

Leone Mendes da Silva, Jonathan Santos e Arthur Barcelos Lima Ferreira estão sob custódia em Santa Catarina. Os três serão indiciados por tentativa de homicídio


A briga entre torcedores de Atlético-PR x Vasco que paralisou o jogo por mais de uma hora resultou em três detenções, todas de adeptos do clube carioca. Leone Mendes da Silva, de 23 anos, Jonathan Santos, de 29, e Arthur Barcelos Lima Ferreira, estão sob custódia da Polícia Militar catarinense e serão levados até a manhã desta segunda-feira para o presídio da Regional de Joinville. Os três serão indiciados por tentativa de homicídio,

Comente a briga entre torcedores em Joinville!

Torcedor que levava um porrete na mão foi reconhecido após foto ser mundialmente divulgada
Giuliano Gomes/Gazeta Press
Torcedor que levava um porrete na mão foi reconhecido após foto ser mundialmente divulgada

Leone Mendes da Silva foi identificado após fotos divulgadas mundialmente mostrarem que ele estava com um porrete que continha um parafuso na ponta e o usou para atingir um torcedor do Furacão que já estava no chão. Sua detenção ocorreu quando ele estava no banheiro de ônibus que levava a torcida organizada vascaína.

Leia mais: Sem PM no estádio, briga de torcedores paralisa jogo entre Atlético-PR e Vasco

Em relação às vítimas, um dos quatro atendidos no Hospital São José, em Joinville (SC), já foi liberado: Diego Cordeiro da Costa Ferreira, de 29 anos, que levou pontos por conta de um corte no rosto segundo a Sportv .

Confira ainda: STJD confirma que abrirá investigação contra Atlético-PR e Vasco

Seguem sob observação o vascaíno Gabriel Ferreira Vitael, de 20 anos, e os atleticanos Estevam Viana, de 24, e William Batista, de 19, todos com traumatismo craniano. De acordo com os hospitais, contudo, ao menos dois deles devem ser liberados nesta segunda-feira. Nenhum corre risco de morte.

Veja fotos da briga entre torcedores de Atlético-PR e Vasco:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.