Tamanho do texto

"O ano que vem será duro para o torcedor e não tenho direito de cobrar nada, apenas peço que use a paixão", disse o presidente

O presidente do Fluminense , Peter Siemsen, fez um pronunciamento depois de confirmado o rebaixamento do clube à segunda divisão do Campeonato Brasileiro . O mandatário pediu a colaboração da torcida na luta da equipe para voltar à elite na próxima temporada.

Veja classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

"O ano que vem será duro para o torcedor e não tenho direito de cobrar nada, apenas peço que use a paixão. Nos momentos mais difíceis, a paixão fala mais alto e move montanhas. Muitas empresas já tiveram momentos muito ruins e tiraram coisas boas para o sucesso", afirmou.

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores

O Fluminense teve sua queda decretada mesmo com a vitória por 2 a 1 sobre o Bahia, neste domingo, já que precisava também de uma derrota do Coritiba, mas o time paranaense triunfou sobre o São Paulo e se salvou. Siemsen, então, ainda citou outros momentos complicados do clube no Brasileirão, quando escapou por pouco da degola.

"Sei que hoje (domingo) sentimos uma dor profunda. Foi muito duro, mas o Fluminense tem uma história rica, de mais de 100 anos. Foi duas vezes campeão brasileiro nos últimos três anos. O Fluminense vem trabalhando em um modelo que, às vezes, é difícil. Se lembrarmos, 2006, 2008 e 2009 já foram momentos em que o clube esteve muito próximo, mas calhou de acontecer este ano, com 46 pontos", acrescentou.

Presidente do Tricolor das Laranjeiras desde o fim de 2010, Siemsen foi reeleito no mês passado e, depois da queda neste domingo, fez uma promessa. "Vou dar minha vida por este clube nos três anos", concluiu.