Tamanho do texto

'Selvageria', 'violência brutal' e 'batalha campal' são algumas das expressões utilizadas na descrição da briga entre torcedores de Atlético-PR e Vasco

A briga entre os torcedores que paralisou por mais de uma hora o jogo entre Atlético-PR e Vasco neste domingo, na Arena Joinville, não passou batida pela imprensa internacional. Minutos após o ocorrido, os principais jornais do mundo repercutiram e deram bastante destaque em suas páginas na internet sobre o episódio de violência que marcou a última rodada do Campeonato Brasileiro . Além disso, levantaram discussão da segurança nos estádios para a Copa do Mundo.

Veja fotos da briga entre torcedores no jogo Atlético-PR x Vasco

O inglês The Guardian usou a palavra "deplorável" no título da matéria, mesmo adjetivo que aparece no decorrer do texto em uma declaração de Adílson Batista, técnico do Vasco, sobre o episódio. Além disso, o veículo lembrou que o acontecimento deste domingo passa longe de ser algo inédito: "A violência entre torcedores tem sido galopante no Brasil neste ano, levantando preocupações para a Copa do Mundo."

Capa do jornal espanhol Marca sobre a briga na Arena Joinville
Reprodução
Capa do jornal espanhol Marca sobre a briga na Arena Joinville

O francês L'Equipe intitulou sua matéria como "Violência incrível em Joinville". Na Espanha, o Marca usou o adjetivo "brutal" em seu site, enquanto a manchete da edição desta segunda-feira é dedicada à batalha nas arquibancadas, Já o AS classificou o episódio como "batalha campal".

Quem também lembrou que a briga aconteceu no mesmo país que receberá a Copa do Mundo em 2014 foi o  Olé , da Argentina. Além de ter utilizado expressões como "selvageria mundial" e "terror" para descrever o ocorrido, o jornal apontou: "Dois dias após o sorteio, a agressão selvagem em uma partida da primeira divisão, na Arena Joinville, em Santa Catarina."

A briga que marcou a goleada do Atlético-PR sobre o Vasco também foi destaque no inglês The Mirror, que escreveu que os "fãs de futebol ficaram gravemente feridos". Além de falar do que aconteceu no lado de fora, a  Gazzetta dello Sport , da Itália, adicionou à sua narração dos acontecimentos "os jogadores em lágrimas no gramado".


    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.