Tamanho do texto

Em quinto colocado, time carioca pode terminar entre os quatro primeiros do Brasileirão até mesmo com um empate, resultado que evitaria queda dos catarinenses

Oswaldo de Oliveira, técnico do Botafogo
Flickr/Botafogo
Oswaldo de Oliveira, técnico do Botafogo

O Botafogo recebe o Criciúma neste domingo, à 17h (de Brasília), no Maracanã, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Na quinta posição com 58 pontos, o clube carioca se garante no G4 se vencer e um desses dois resultados acontecerem: derrota do Atlético-PR para o Vasco em Santa Catarina ou tropeço do Goiás diante do Santos, em Goiânia. Já o time catarinense ainda corre riscos de rebaixamento. Um empate o garante na elite nacional. Caso perca, dependerá de um tropeço do Vasco ou do Coritiba.

O fato dos dois times estarem precisando do resultado preocupa o técnico Oswaldo de Oliveira, que espera um jogo muito disputado. "Os dois times precisam ganhar e isso, por si só, torna a partida ainda mais complicada. Mas precisamos estar preparados para o que está por vir. Acredito que o nosso grupo tem condições de fazer prevalecer o mando de campo e conquistar uma vitória", analisou.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

"O Botafogo precisa ter tranquilidade contra o Criciúma para não ser surpreendido. O nosso adversário vai entrar em campo sabendo que o empate é o resultado que lhe interessa para evitar o rebaixamento. Não vai querer se expor e não podemos permitir que o nosso time fique exposto. Vamos ter noventa minutos para ganhar a partida e temos que tocar a bola, procurar espaços e a melhor maneira de decidir o confronto. Claro que a iniciativa do jogo será nossa, mas com a cautela necessária", lembrou o atacante Rafael Marques.

Oswaldo vai promover o retorno do lateral direito Edilson, que cumpriu suspensão na derrota de 2 a 1 para o Coritiba e reaparece na vaga de Gilberto. O volante Renato, recuperado de dores na coxa esquerda, e o meia uruguaio Lodeiro, que vinha sendo preterido, ganharão nova oportunidade nas vagas de Marcelo Mattos e Hyuri, respectivamente. O atacante Elias, com dores na coxa esquerda, é dúvida. Se for vetado, Bruno Mendes entra no time.

Argel Fucks, técnico do Criciúma
Site oficial
Argel Fucks, técnico do Criciúma

Pelo lado do Criciúma, o técnico Argel Fucks garante que sua equipe não vai entrar em campo pensando no empate. "Nós conseguimos passar por momentos piores neste Campeonato Brasileiro e tenho convicção de que vamos conseguir o resultado que precisamos para escapar de vez do risco de rebaixamento. Para isso, entraremos em campo contra o Botafogo pensando na vitória, já que se atuarmos de olho apenas no empate vamos dar um passo gigantesco para a derrota", afirmou.

O Criciúma tem problemas para este jogo. O zagueiro Fábio Ferreira e o volante Elton foram advertidos com o terceiro cartão amarelo contra o São Paulo e terão que cumprir suspensão. Assim, Matheus Ferraz entra na zaga e Bruno Renan atuará como volante. Livre das dores que o incomodavam por conta de uma entorse no joelho esquerdo, o atacante Lins está confirmado.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro as duas equipes se enfrentaram no Estádio Heriberto Hulse e o Botafogo levou a melhor, vencendo, de virada, por 2 a 1. Naquela ocasião Octávio e Elias marcaram os gols dos cariocas, após Lins abrir o marcador para os catarinenses.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-RJ X CRICIÚMA-SC

Local : Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 8 de dezembro de 2013 (Domingo)
Horário : 17h(de Brasília)
Árbitro : Paulo César de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Pablo Costa (MG)

BOTAFOGO: Jéfferson, Edilson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Gabriel, Renato, Seedorf, Lodeiro e Rafael Marques; Elias (Bruno Mendes)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

CRICIÚMA : Galatto, Sueliton, Ewerton Páscoa, Matheus Ferraz e Marlon; Bruno Renan, Serginho, João Vitor e Ricardinho; Lins e Wellington Paulista
Técnico : Argel Fucks

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.