Tamanho do texto

"Às vezes, não é necessário ser um atleta renomado, mas sim um jogador comprometido", disse o treinador, que já iniciou o planejamento para 2014

O técnicoMuricy Ramalho assumiu o comando do São Paulo , em setembro deste ano, com a missão de evitar o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Missão cumprida, agora ele faz planos para alcançar resultados melhores na próxima temporada e já começou a traçar o planejamento. Aos reforços que eventualmente serão contratados, já exige uma característica: força de vontade.

Veja classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

"Às vezes, não é necessário ser um atleta renomado, mas sim um jogador comprometido e com muita fome de vencer. Cobraremos demais quem vier para cá, principalmente eu. Não dá para repetir um ano como foi este. Queremos bons jogadores, não necessariamente de nome. Desejamos atletas com saúde e disposição, pois serão cobrados e pressionados. Esse é o perfil que almejamos", afirmou o treinador.

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores

Para próxima temporada, o São Paulo já garantiu contratação do lateral direito Luis Ricardo, da Portuguesa. Outros atletas atuando no futebol nacional, como o meio-campista Zé Roberto (Grêmio) ,o lateral esquerdo Fabrício (Internacional) e o atacante Gilberto (Portuguesa) são cogitados para atuar pelo clube tricolor em 2014. Entretanto, Muricy Ramalho sabe que não será tarefa simples acertar com reforços.

Leia mais: Lateral da Portuguesa diz que já acertou com o São Paulo para 2014

"Esse nível de jogador que estamos pensando, que são diferentes, não é tão fácil de contratar. Acho que precisa ser assim, em um nível exigente, senão ficaremos no meio do caminho de novo. Não acredito que tenhamos definições até o final deste ano", completou o treinador, que preferiu não especificar quais posições serão reforçadas.

Veja também: Muricy abre mão das férias para fazer planejamento do ano que vem

"Não dá para falar por setor, pois aí começam especulações e nomes serem plantados. Às vezes o empresário joga nomes para ver se o clube pega. Não podemos errar, temos que escolher quem venha aqui para fazer parte de um grupo que vai brigar por coisas boas.", encerrou Muricy Ramalho.