Tamanho do texto

Atacante, que tem contrato até o meio do ano, quer permanecer no clube e já projeta títulos para entrar na história quase centenária do Palmeiras

Alan Kardec projeta história no Palmeiras
Miguel Schincariol/Gazeta Press
Alan Kardec projeta história no Palmeiras

Alan Kardec só tem que agradecer ao Palmeiras , clube que o tirou do ostracismo do Benfica. Em Portugal, o centroavante estava encostado no time B, mas voltou ao Brasil para se tornar um dos destaques alviverdes durante a campanha do título do Campeonato Brasileiro Série B.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

"Encarei como uma oportunidade e tanto, até pelo carinho do presidente (Paulo Nobre). Quando acontecem coisas desse tipo, ainda mais com clubes da grandeza do Palmeiras, é muito gratificante. Topei o desafio, mesmo sabendo que não seria fácil", disse o jogar ao site oficial do clube.

Lembrando das conversas que teve com o mandatário do Benfica, Luís Filipe Vieira, Alan Kardec também admitiu que se surpreendeu com a fase no Palestra Itália: em 29 jogos, ele marcou 14 gols, só ficando atrás de Bruno Rangel, da Chapecoense, Marcos Aurélio, do Sport, e Magno Alves, do Ceará.

"Felizmente, as coisas aconteceram muito rápido aqui, mas me preparei pra que isso pudesse acontecer", explicou, projetando um 2014 melhor ainda. "Vou tentar manter essa regularidade. Não adiante viver um grande momento e depois cair de rendimento. Ainda tenho lenha pra queimar", brincou.

Na próxima temporada, o camisa 14 poderá comandar o centenário palmeirense. "Quero ser importante, com gols e passes, e ajudar na marcação. Quero ficar marcado na história do clube", finalizou Alan Kardec, que tem contrato de empréstimo até o meio do ano que vem.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.