Tamanho do texto

Técnico se despede do time diante do Náutico, no sábado, pela última rodada do Brasileirão

Tite recebeu homenagens da torcida no último jogo com o Corinthians no Pacaembu
Gazeta Press
Tite recebeu homenagens da torcida no último jogo com o Corinthians no Pacaembu

O técnico Tite já não sente mais o peso das cobranças pela queda de rendimento do Corinthians em 2013. Ovacionado em sua despedida do Pacaembu, no empate sem gols com o Internacional, o gaúcho quer desfrutar da sua última semana de trabalho no comando do clube do Parque São Jorge.

Corinthians acertou na saída de Tite? Comente com outros leitores

"A minha ideia é trabalhar, mas também curtir muito essa semana", avisou Tite, abrindo um largo sorriso. O clima, de fato, já é de férias. O técnico que tanto aprecia caipirinha chegou a ganhar a bebida de um programa humorístico no final do pronunciamento que fez no domingo.

Leia mais: Tite nega que amizade com o elenco tenha motivado a sua saída do Corinthians

Após folgar, assim como o seu elenco, na segunda-feira, Tite voltou aos trabalhos nesta manhã com direito a nova homenagem e um treino leve. 

Antes mesmo de os portões do CT do Parque Ecológico serem abertos, quatro torcedores apareceram por lá em fusca todo decorado em preto e branco, com símbolos do clube. Eles carregavam uma faixa com a seguinte mensagem: "Tite, o verdadeiro campeão".

Em campo, o gaúcho comandou uma atividade em campo reduzido, com os reservas e alguns dos atletas que participaram do empate com o Internacional, no último final de semana. Zizao deixou a sua marca no treino, realizado no clima de quase férias observado já faz algum tempo.

Dos titulares do último 0 a 0 alvinegro, não foram ao campo Alessandro, Paulo André, Renato Augusto e Emerson, mais desgastados. Eles voltarão a treinar na tarde de terça, mais uma jornada nos dias derradeiros de Tite na agremiação do Parque São Jorge.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

A na despedida, Tite ainda evita polêmica sobre a saída do Corinthians. "Todos nós conversamos e entendemos que era o melhor a ser feito. Não há um anjinho nem um demônio na história. Contamos com responsabilidades e hierarquia no Corinthians. E os acertos e erros que tivemos aqui foram de todos", discursou Tite.

Com mais cinco treinamentos para dar adeus aos seus jogadores, além de ter feito questão de trabalhar diante do Náutico, Tite citou a postura deles como o maior legado que deixará para o sucessor Mano Menezes.

"Todos os atletas vão dizer os problemas na frente dele, e não pelas costas. A relação de lealdade é muito forte aqui. A nossa equipe de trabalho, além de competente, é leal", enalteceu.

*com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.