Tamanho do texto

Meia pegou punição de cinco jogos após receber um cartão vermelho na partida contra o Vélez Sarsfield, ainda nas quartas de final

Adrianinho, meia da Ponte Preta
Mauro Horita/Agif/Gazeta Press
Adrianinho, meia da Ponte Preta

A Conmebol rejeitou nesta segunda-feira o pedido de efeito suspensivo da Ponte Preta para a punição de Adrianinho, que pegou um gancho de cinco jogos, após receber um cartão vermelho na partida contra o Vélez Sarsfield, ainda nas quartas de final da Sul-Americana.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O pedido da Macaca foi feito antes dos jogos das semifinais, mas só teve resposta - negativa - nesta segunda. Segundo a entidade máxima do futebol continental, os argumentos do time campineiro não são suficientes para sustentar um efeito suspensivo.

O meia da Ponte Preta foi expulso por reclamação quando estava no banco de reservas no duelo contra os argentinos e pedia pelo fim do jogo. O árbitro da partida, Wilmar Roldan, relatou tentativa de agressão ao quarto árbitro, o que deixou o jogador em situação ainda mais delicada.

Ponte Preta e Lanús começam a decidir o título da segunda principal competição da América do Sul nesta quarta-feira, no Estádio do Pacaembu, às 21h50 (de Brasília).

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.