Tamanho do texto

Palmeiras se despediu da Série B com derrota, mas atacante confia num bom ano em 2014

Alan Kardec em campo contra a Chapecoense
Flickr/Chapecoense
Alan Kardec em campo contra a Chapecoense

A formação repleta de reservas e jovens da base não foi usada como desculpa por Alan Kardec para a derrota do Palmeiras por 1 a 0 para a Chapecoense , na tarde deste sábado. O atacante assumiu parte da culpa pelo resultado, na despedida da Série B do Campeonato Brasileiro, esperançoso de uma próxima temporada melhor.

Veja a classificação, tabela de jogos, notícias e artilharia do Campeonato Brasileiro

"Cabe a nós, principalmente eu, assumir a responsabilidade. Tive algumas oportunidades, mas, hoje, as finalizações não foram as melhores. Se tivesse acontecido, poderia ter sido diferente", disse o jogador, em Chapecó.

"Todos pregavam que o Palmeiras já estava de descanso, mas nós sabíamos que teríamos algumas partidas importantes ainda pela frente, tal como essa. Fizemos de tudo para vencer. Infelizmente, naõ conseguimos. As oportunidades foram criadas e não fomos bem nas conclusões. Bola para frente", continuou.

Passado o último compromisso do Palmeiras em 2013, Kardec espera que o próximo ano seja bem mais frutífero para o clube, que disputou a segunda divisão nacional pela segunda vez em sua quase centenária história - o aniversário de 100 anos será justamente na temporada que vem.

"Isso tem que servir para que não volte a acontecer nunca mais na vida do Palmeiras. Que o ano que vem possa ser brilhante para nós", opinou o camisa 14, cujo nome estaria na pauta de reforços do Flamengo, mas tem contrato com o Palmeiras até 30 de junho.

"Não dou ouvidos para as coisas que ficam falando. Sou jogador do Palmeiras, estou muito feliz aqui e não quero ficar comentando qualquer coisa que tem saído na imprensa", concluiu o goleador, a caminho do vestiário da Arena Condá.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.