Tamanho do texto

Clube do Morumbi perdeu para a Ponte Preta por 3 a 1 na partida de ida da semifinal da Copa Sul-Americana e precisa de triunfo de três gols para seguir vivo no torneio

São Paulo precisa reverter desvantagem de 3 a 1 para a Ponte Preta no duelo de volta
Mauro Horita/ Agif/Gazeta Press
São Paulo precisa reverter desvantagem de 3 a 1 para a Ponte Preta no duelo de volta

Por ter perdido a primeira semifinal da Copa Sul-Americana por 3 a 1, com um gol contra e outro que contou com desvio na defesa, o São Paulo só eliminará a Ponte Preta, na quarta-feira, se tiver uma atuação impecável em Mogi Mirim. É com essa receita que o elenco tem se preparado.

Confira a tabela completa da Copa Sul-Americana

"Tem que ser o jogo perfeito. A gente estava em uma situação difícil no Campeonato Brasileiro também, e conseguimos muitas vitórias depois, tendo tranquilidade, errando pouco. Esse jogo tem que ser sem erros, para que a gente consiga o objetivo de ir para a final", disse Maicon, na tarde desta segunda-feira.

"A gente não pode errar. Tem que jogar 90 minutos de forma intensa, sem cochilar, porque, se a gente tomar gol, fica mais difícil. A gente sabe que vai ser dificil, então temos que entrar atentos para não sermos surpreendidos", reforçou o meia.

A falta de intensidade foi o que, na opinião dos são-paulinos, ocasionou o revés no primeiro jogo, quando a equipe abriu o placar, com um belo gol de Paulo Henrique Ganso, e sofreu a virada já no início do segundo tempo.

"O que aconteceu naquela noite foi que jogamos bem 20 ou 25 minutos e, depois, demos espaço. Não pode acontecer isso neste jogo. Temos que jogar de forma intensa o tempo todo para vencer", reconheceu.

Para se classificar à decisão, o time treinado por Muricy Ramalho precisa vencer por três gols de diferença - ou dois, desde que balance a rede, no mínimo, três vezes. Se devolver a derrota por 3 a 1, a vaga será definida nos pênaltis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.