Tamanho do texto

Vice-campeão da Série C em 2012, equipe cearense pode garantir o acesso à primeira divisão neste sábado

Em dois anos, o Icasa pode alcançar a elite do futebol nacional, feito que nem o mais otimista dos torcedores poderia imaginar. Depois do vice-campeonato na Série C do Brasileiro de 2012, o time cearense chega à 37ª rodada da segunda divisão de 2013 no G4, dependendo apenas das próprias forças para se classificar.

Comente esta notícia com outros torcedores

Com 59 pontos, 18 vitórias, cinco empates e 13 derrotas, o time de Juazeiro do Norte pode carimbar o passaporte à Série A já neste sábado, caso vença a Chapecoense, às 16h20 (de Brasília), no Romeirão, e veja o Ceará tropeçar diante do Palmeiras e o Figueirense empatar ou perder para o ASA.

Veja como está a classificação da Série B do Campeonato Brasileiro

Com os pés no chão, mas a cabeça já na festa, os jogadores querem manter o bom desempenho nas duas últimas rodadas e fechar com chave de ouro um ano excepcional. "Estamos focados na Chapecoense, encarando como uma decisão, com humildade. Deus guardou algo muito bom para a gente porque quando começarmos o campeonato, para 99% estava na terceira divisão e dentro de campo mostramos o contrário", afirmou o meia Elanardo, peça importante na equipe.

O técnico Sidney Moraes, assim como os seus comandados, fazendo um trabalhado surpreendente a todos, pediu cautela e respeito no duelo contra a vice-campeã Chapecoense. "Ansiedade existe para todos, estamos numa reta final, todo mundo já está um pouco saturado. Mas temos que ter foco e deixar a ansiedade para a torcida, até porque dentro de campo quem resolve somos nós", afirmou.

A procura por ingressos para o confronto é grande. As filas ao redor do estádio Romeirão foram constantes durante a semana. Os bilhetes estão sendo vendidos por R$ 20 para os setores de Geral e Social e R$ 50 para cadeira cativa. A torcida promete uma grande festa, com direito até a chapéu de palha em homenagem ao Padre Cícero e a força dos romeiros, símbolos de Juazeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.