Tamanho do texto

Conmebol tem poder de veto, mas deve aceitar Moisés Lucarelli como palco do jogo de volta da Sul-Americana

Moisés Lucarelli havia sido vetado pelo Conmebol para o jogo entre Ponte Preta e São Paulo
Gazeta Press
Moisés Lucarelli havia sido vetado pelo Conmebol para o jogo entre Ponte Preta e São Paulo

A Ponte Preta conseguiu nesta sexta-feira um laudo com o Corpo de Bombeiros de Campinas que libera o Estádio Moisés Lucarelli para mais de 20 mil pessoas. Esta é a capacidade mínima estipulada no regulamento da Copa Sul-Americana para jogos do torneio. O São Paulo questionava o número havia solicitado a mudança do local da semifinal do próximo dia 27.

Deixe seu comentário para esta notícia

Agora, com novo laudo, a Conmebol deve acatar o pedido da Ponte Preta e confirmar o Moisés Lucarelli como palco da decisão. No novo auto de vistoria o Corpo de Bombeiros confirma que a capacidade do estádio é de 21.470. A diretoria do time de Campinas comunicou a Federação Paulista e pediu o repasse da informação para a Conmebol, que deve se pronunciar ainda nesta sexta-feira.

O São Paulo havia pedido à Conmebol que tirasse o jogo de Campinas porque os laudos anteriores não davam conta de haver os 20 mil lugares necessários para receber a partida. A Ponte precisou alterar o acesso a alguns pontos do estádio para que a capacidade fosse aumentada. 

A Ponte Preta venceu o primeiro jogo da semifinal por 3 a 1 no estádio do Morumbi. Agora, em casa, pode até perder por 2 a 0 que avança à decisão contra o vencedor de Lanús (ARG) e Libertad (PAR). No jogo de ida, em Assunção, os argentinos venceram por 2 a 1. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.