Tamanho do texto

Meia acredita que forma de jogo do time foi exposta durante o Mundial de Clubes e ainda confia na classificação para a Copa Libertadores

Danilo ainda acredita em classificação para a Copa Libertadores
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Danilo ainda acredita em classificação para a Copa Libertadores

O meio-campista Danilo disse que já imaginava dificuldades para o Corinthians após a conquista do Mundial no ano passado. Não por qualquer tipo de acomodação dos atletas, mas pela alça de mira dos adversários, especialmente atentos à formação do time.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

"Depois do período de vitórias que a gente teve, com a equipe jogando muito bem, ganhando o título mundial, era natural que virássemos o time a ser batido. As dificuldades aumentam, e cabe a nós resolver isso. Do jeito que a gente estava ganhando, um dia isso aí ia chegar", afirmou.

Confira a tabela de classificação do Brasileirão

O primeiro semestre não foi dos piores. Se o principal objetivo não foi alcançado - a equipe foi eliminada da Copa Libertadores -, dois troféus foram erguidos até julho, com os triunfos no Campeonato Paulista e na Recopa. Por isso, a sensação com a fraca campanha no Campeonato Brasileiro e com a eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil é de fracasso. "Com certeza", concordou Danilo. "A equipe ficou muito tempo ganhando, e todo o mundo espera muito dela."

O meio-campista e seus companheiros alimentam a esperança de abrandar esse sentimento. Atualmente oito pontos distantes da zona de classificação à Copa Libertadores, eles querem ganhar as cinco partidas restantes no Brasileiro para sonhar com o retorno à principal competição sul-americana.

"No futebol, tudo pode acontecer. A gente tem cinco jogos e vamos dar o máximo para vencer. Quem sabe a gente não consegue cinco vitórias e entra na briga de vez? A última vitória deu uma aliviada (em relação ao rebaixamento), foi importantíssima e pode nos dar confiança", concluiu Danilo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.