Tamanho do texto

Estacionado nos 53 pontos, time carioca vê Goiás se aproximar e ameaçar vaga no grupo dos quatro melhores do Brasileirão

Botafogo vem de derrota para o Internacional na última rodada do Brasileirão
VINÍCIUS COSTA/Preview.com/Gazeta Press
Botafogo vem de derrota para o Internacional na última rodada do Brasileirão

Vindo de duas derrotas, o Botafogo busca a reação no Brasileirão nesta quarta-feira. Às 21h (de Brasília), recebe a Portuguesa no Maracanã. Em quarto lugar com 53 pontos, o time carioca tem a mesma pontuação do Goiás e está ameaçado de perder a vaga na próxima Libertadores. Além disso, se São Paulo ou Ponte Preta conquistar a Copa Sul-Americana, apenas os três primeiros do Brasileirão jogarão o torneio continental.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O risco de perder a vaga na Libertadores fez a torcida protestar no desembarque da delegação no Rio de Janeiro, na última segunda-feira, e o ônibus que levava os jogadores para o treino no Engenhão recebeu ovos e pedradas. Uma reunião entre torcedores e alguns jogadores aconteceu e o elenco está ciente da necessidade de reação.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

''Nós entendemos o protesto dos torcedores, embora seja algum que ninguém gosta. Mas eles serão muito importantes nesta reta final de Campeonato Brasileiro, pois teremos três jogos em casa e precisamos ganhá-los. O momento é de estarmos todos unidos para que o time consiga seu objetivo no ano'', disse o atacante Rafael Marques.

O técnico Oswaldo de Oliveira conversou com os jogadores sobre a importância deles reagirem rapidamente e não se deixarem abater. O treinador sabe que terá cinco decisões pela frente na rodada final do Brasileirão.

‘’Nós tivemos um desempenho ruim em alguns momentos, como contra o Internacional, e precisamos reagir urgentemente. O Botafogo quer muito a vaga na Copa Libertadores e vamos batalhar muito por isso, que representa bastante para todos nós. O jogo contra a Portuguesa se tornou uma decisão e no Maracanã não podemos pensar em outro resultado que não seja a vitória’’, disse Oswaldo.

Portuguesa vem de empate com Coritiba
Moisés Nascimento/ Agif/Gazeta Press
Portuguesa vem de empate com Coritiba

Para este compromisso, depois de muito tempo, Oswaldo de Oliveira vai poder repetir a escalação do Botafogo, que será a mesma do duelo contra o Internacional.

Se o Botafogo pensa na Libertadores, a Portuguesa deseja afastar o risco de rebaixamento. Na 14ª colocação com quarenta pontos, o time precisa de mais seis para afastar de vez a possibilidade de jogar a Série B em 2014. Na visão do técnico Guto Ferreira o time vai precisar encontrar a fórmula para recuperar como visitante os pontos perdidos no empate sem gols com o Coritiba, no fim de semana, no Canindé, em São Paulo.

‘’Nós tínhamos que ter superado o Coritiba, mas não conseguimos e agora temos que recuperar esses pontos fora de casa e o Botafogo é a primeira oportunidade para isso. Vamos procurar encontrar uma maneira de surpreender o nosso adversário, que é um time muito qualificado’’, disse o técnico da Lusa.

Ainda sem poder contar com o lateral direito Luís Ricardo, que está com uma lesão no músculo adutor da coxa direita, Guto deverá repetir a escalação que enfrentou o Coxa.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro o Botafogo enfrentou a Portuguesa no Canindé e ganhou por 3 a 1. Naquela ocasião Bolívar, Rafael Marques e Elias marcaram os gols dos cariocas, que estavam na liderança da competição. Luis Ricardo anotou o gol de honra da Portuguesa.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X PORTUGUESA

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 13 de novembro de 2013 (Quarta-feira)
Horário: 21h(de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Pablo da Costa (MG)

BOTAFOGO: Jéfferson; Edilson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Gegê, Seedorf e Rafael Marques; Elias
Técnico: Oswaldo de Oliveira

PORTUGUESA: Lauro; Correa, Valdomiro, Moisés Moura e Rogério; Willian Arão, Bruno Henrique, Moisés e Souza; Diogo e Gilberto
Técnico: Guto Ferreira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.