Tamanho do texto

Jogadores usarão estrutura das categorias de base no período em que a seleção dos EUA estiver na Barra Funda

O planejamento do São Paulo para o início da próxima temporada está praticamente definido. Já há opções de datas e a certeza de que o time ficará no CT das divisões de base, em Cotia, tendo em conta que a estrutura do profissional, na Barra Funda, será utilizada em algumas semanas de janeiro pela seleção dos Estados Unidos.

Comente esta notícia com outros torcedores

O acerto foi costurado durante as visitas de dirigentes da federação americana à capital paulista. O técnico Jurgen Klinsmann pretende ambientar seu grupo ao clima brasileiro, visando a disputa da Copa do Mundo. Um segundo período de treinos será feito em Los Angeles.

A expectativa é de que os Estados Unidos escolham o centro de treinamento são-paulino como sede também durante o torneio. O prazo final para comunicar a decisão à Fifa expira em 30 de janeiro, dias depois de experimentar o local.

Muricy desiste de time misto e vai com força máxima contra Atlético-PR

Deixar a Barra Funda, porém, não será novidade para o São Paulo. O clube está habituado a se refugiar em Cotia não apenas antes do início de cada temporada, mas também em eventuais períodos de crise - como ocorreu após a queda precoce na Copa Libertadores deste ano. Lá, os jogadores tem até mais regalias à disposição.

Muricy também já entregou à diretoria um cronograma prévio de trabalho, mesmo sem ainda ter renovado contrato. Segundo o vice-presidente de futebol João Paulo de Jesus Lopes, o planejamento só não foi fechado porque o término da atual temporada pode ser tanto em 8 quanto em 12 de dezembro, dependendo da campanha na Sul-americana.

"São quatro dias a mais ou menos. Isso faz diferença", explicou o dirigente, um dos responsáveis por acertar a presença dos Estados Unidos no CT.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.