Tamanho do texto

A eliminação da Copa do Brasil, na última quarta-feira, ampliou a revolta dos corintianos, que não puderam entrar no local onde a equipe treinou nesta sexta-feira

Torcedores organizados do Corinthians, a maior parte deles identificada com camisas da Gaviões da Fiel, foram ao CT do Parque Ecológico do Tietê na tarde de sexta-feira. Eles conversaram o gerente de futebol alvinegro, Edu Gaspar, no portão principal do local.

E mais:  Pato nega displicência em pênalti e diz: 'Também estou p... da vida'

De acordo com o clube, não havia nada agendado, motivo pelo qual a entrada não foi liberada. Edu, que passava pelo local para buscar documentos, falou com os torcedores, incomodados com o segundo semestre ruim da equipe.

Nesta quinta, torcedores do Corinthians também estiveram no aeroporto :

A eliminação da Copa do Brasil, na última quarta-feira, ampliou a revolta. Alexandre Pato, que já não era o jogador favorito da Fiel, conseguiu complicar sua situação errando por muito um pênalti batido com cavadinha, o último na série que pôs o Grêmio nas semifinais.

Corinthians é o 12º colocado no Brasileirão. Confira a classificação e os jogos

O mau momento fez o Corinthians aumentar as preocupações com segurança, tanto no CT quanto no trajeto para Araraquara. Será no interior o clássico de domingo, contra o Santos, por causa de uma punição imposta ao clube pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Os comandados de Tite vão treinar na Fonte Luminosa já no sábado e passarão todo o final de semana no interior. A força policial local já foi acionada e, além de dar plantão no hotel em que o grupo ficará hospedado, acompanhará todos os trajetos do ônibus da delegação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.