Tamanho do texto

Como empatou por 1 a 1 na ida, o time paranaense chegou pela primeira vez às quartas de final da Copa do Brasil

Atlético-PR eliminou o Inter da Copa do Brasil
Divulgação/Vipcomm
Atlético-PR eliminou o Inter da Copa do Brasil

Em uma partida tecnicamente fraca, o Atlético Paranaense conseguiu pela primeira vez na história do clube se classificar para as semifinais da Copa do Brasil ao empatar sem gols diante do Internacional, na Vila Capanema. No jogo de ida, empate em 1 a 1 no Rio Grande do Sul que deu a vantagem ao Rubro-negro.

Confira o chaveamento e os próximos jogos da Copa do Brasil

A partida começou bem disputada, com o Furacão tentado impor seu ritmo, mas sem deixar muitos espaços. Aos quatro minutos, Paulo Baier tentou ligar o contra-ataque e Jorge Henrique apareceu para interceptar e evitar a primeira chegada de perigo. Aos sete minutos, D’Alessandro cobrou falta na entrada da área, mas isolou a bola. Chance real mesmo apenas aos 12 minutos, com Everton, que recebeu cruzamento na medida e bateu de primeira, para fora.

O Colorado teve a chance de dar o troco aos 15 minutos, em cruzamento de Willians que Leandro Damião não conseguiu completar, na cara do gol. Aos 17 minutos, Manoel tentou a ligação com Paulo Baier e Juan apareceu bem para interceptar. Jogada pela lateral de Éverton, aos 21 minutos, e o cruzamento caiu em Dellatorre, que desviou pela linha de fundo. Weverton trabalhou aos 27 minutos, espalmando uma bomba de Otávio.

Confira imagens dos jogos da Copa do Brasil :

O Atlético aos poucos se soltava, mas a marcação era pesada. Aos 30 minutos, Baier cobrou escanteio e Luiz Alberto testou por cima da meta. Saída de bola errada do Inter, aos 35 minutos, Deivid pegou a sobra e arrematou para fora. Na resposta, aos 39 minutos, Jorge Henrique desviou na área e Wéverton fez grande defesa para salvar.

Depois do intervalo, os gaúchos retornaram com Forlán no lugar de Otávio. Porém, nos primeiros minutos a forte marcação e o jogo truncado seguiam como na primeira etapa. Aos seis minutos, Forlán cobrou falta na área e Deivid afastou o perigo. Aos 11 minutos, Paulo Baier cobrou escanteio fechado e Muriel, atento, segurou firme.

O técnico Clemer apostou na entrada de Rafael Moura para tentar fazer funcionar o ataque colorado. Em sua primeira chance, aos 15 minutos, o atacante, com o gol aberto, pegou embaixo da bola e perdeu a oportunidade. Aos 18 minutos, Baier cobrou falta e Muriel defendeu no canto, sem maiores problemas. Pelo lado do Rubro-Negro a aposta de Mancini foi a entrada de Douglas Coutinho.

O empate sem gols refletia bem o que era a partida, que tinha poucas chances reais de gols. Aos 31 minutos, Jackson tentou tirar a bola na defesa e quase mandou para dentro das próprias redes. O Furacão administrava e não arriscava. Aos 44 minutos, Gabriel arriscou o chute e abola explodiu em Zezinho. O Atlético conseguiu segurar o empate, suficiente para encarar o vencedor de Corinthians e Grêmio, com o primeiro confronto marcado já para o meio da próxima semana.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 0 X 0 INTERNACIONAL

Local: Estádio Durival Britto e Silva, Curitiba (PR)
Data: 23 de outubro de 2013, terça-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (Fifa-RJ) e Rodrigo F. Henrique Correa (Fifa-RJ)
Cartões amarelos: Wéverton, Zezinho e Douglas Coutinho (Atlético-PR); D’Alessandro, Jorge Henrique e Jackson (Internacional)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Juninho (Renato Chaves); Deivid, Zezinho, Éverton e Paulo Baier; Dellatorre (Douglas Coutinho) e Ederson (Ciro)
Técnico: Vagner Mancini

INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Jackson, Juan e Kleber (Scocco); João Afonso, Willians, Jorge Henrique, D’Alessandro e Otávio (Forlán); Leandro Damião (Rafael Moura)
Técnico: Clemer

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.