Tamanho do texto

Ex-jogador disse ter sido cortado da seleção brasileira em 1998 depois de "ficar" com garota que era cobiçada também pelo treinador

Um dos jogadores mais polêmicos dos anos 1990, o ex-meia Marcelinho Carioca revelou nesta quarta-feira o motivo de ter sido cortado da seleção brasileira por Vanderlei Luxemburgo em 1998. Segundo o ídolo corintiano, ele foi preterido no time nacional por ficar com uma garota que também era "alvo" do então treinador da equipe.

Relembre na galeria momentos da carreira de Marcelinho Carioca:

Questionado pelo apresentador Danilo Gentili, do programa Agora é Tarde da Rede Bandeirantes, Marcelinho confirmou a história. "Não sou hipócrita, essa história é verdade. Às vezes as pessoas chegam na TV e querem fazer cena. Para mim é papo de bar, eu sou muito transparente e sempre fou falar a verdade", afirmou.

Deixe seu comentário sobre a revelação feita por Marcelinho Carioca na TV

Mesmo perdendo a chance de voltar a ser convocado, o ex-jogador não mostrou arrependimento com o episódio: "[A garota] era maravilhosa. Ele [Luxemburgo] me tirou da seleção, mas não tinha como deixar [de ficar com ela] não. Ela era maravilhosa e falou 'não quero o velho não, quero o pretinho'".

Marcelinho também revelou outro episódio obscuro da carreira ao comentar a relação com outro treinador, Emerson Leão. Ele elogiou o caráter e transparência do técnico, que o informou de sua dispensa do Corinthians dizendo que o clube estava dividido em um grupo do ex-presidente Alberto Dualib e outro do investidor iraniano Kia Joorabchian, que não o queria no grupo para não dividir as atenços com o argentino Tevez.

Ao longo de sua participação no programa, Marcelinho assistiu grandes momentos de sua carreira e aproveitou para enumerar feitos. "Conquistei dez títulos, sou o 10º maior artilheiro do Corinthians, marquei 206 gols pelo clube", relembro. Mas também teve lembranças tristes, já que o ex-jogador foi obrigado a assistir, por exemplo, o pênalti perdido diante do palmeirense Marcos na semifinal da Copa Libertadores de 1999.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.