Tamanho do texto

Renovação com o lateral-direito virou novela e ele pode assinar com o Benfica sem a necessidade de multa rescisória ser paga

Luis Felipe pode deixar o Palmeiras
Fernando Dantas/Gazeta Press
Luis Felipe pode deixar o Palmeiras

O futuro do lateral-direito Luis Felipe virou um problema para a diretoria e a comissão técnica do Palmeiras. Com vínculo apenas até março de 2014, o jogador ainda não chegou a um acordo pela renovação, já pode assinar pré-contrato com outra equipe e despertou o interesse do Benfica. Por isso, o técnico Gilson Kleina vai conversar com o atleta nesta quarta-feira.

Comente esta notícia com outros torcedores

"Vou ter uma reunião com o Luis Felipe amanhã (quarta). A diretoria está tentando renovar, e o Luis está vendo o melhor para seu futuro. Primeiramente, temos de ver a lesão dele e também como está sua cabeça. Sabemos que o jogador ganha um grande destaque quando joga pelo Palmeiras", afirmou o treinador.

Luis Felipe viajou com a delegação do Palmeiras para Londrina, mas, de acordo com informação oficial do clube, o lateral não jogou nesta terça-feira diante do Figueirense porque ainda está em recondicionamento físico depois de ter se recuperado de inflamação nas duas canelas. Porém, Kleina admite ter se informado sobre o interesse do clube português pelo jogador.

"Também chegou para mim a notícia do Benfica, mas vamos conversar e temos de ser francos, para saber se é especulação. Como tem contrato até março, vai cumprir da melhor maneira possível, pois é um garoto espetacular e transparente", acrescentou.

Já o presidente Paulo Nobre se recusa a dar informações sobre as conversas para a renovação e não acredita na hipótese de perdê-lo para o clube português. "Tenho até um conhecimento do presidente do Benfica, o Luís Filipe (Vieira). Como ele não nos procurou, prefiro acreditar que jamais teria uma atitude antiética de assediar um jogador que tem contrato com o Palmeiras", afirmou.

Nobre ainda negou que tenha mandado a comissão técnica a deixar o jogador de fora da partida desta terça por causa do impasse na renovação, mas admitiu que existe a chance de o lateral deixar o Verdão, já que está em fim de contrato.

"Ele pode sair, assim como o Márcio Araújo eventualmente também pode no fim do ano (no término do vínculo) e como vários outros jogadores. Não damos o passo maior do que a perna e não prometemos o que não podemos cumprir. Analisamos bem a situação para honrarmos a proposta", completou.


* Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.