Tamanho do texto

Com uma lesão na coxa esquerda, o camisa 49 do Atlético-MG quer recuperação rápida para a disputa do Mundial de Clubes e diz que pode encerrar carreira no clube francês

Ronaldinho Gaúcho pensa somente na disputa do Mundial de Clubes
Flickr/Atltético-MG
Ronaldinho Gaúcho pensa somente na disputa do Mundial de Clubes

Ronaldinho Gaúcho sabe que dificilmente estará com 100% de suas condições físicas no fim deste ano para a disputa do Mundial de Clubes da Fifa, no Marrocos. Recuperando-se de uma ruptura no músculo adutor da coxa esquerda, o camisa 49 corre até o risco de não entrar em campo no maior torneio da história do Atlético-MG. Apesar disto, o meia admitiu que seu objetivo é disputar a competição em alto nível e que, por isso, não pensa em estar na lista dos convocados por Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo de 2014.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

"Não estou pensando ainda no ano que vem. Meu objetivo é dar passo a passo, fazer um excelente Mundial de Clubes e ver no que vai dar", disse Ronaldinho, que já foi vice-campeão do torneio com o Barcelona, em 2005, durante entrevista ao programa francês Canal Football Club , da emissora Canal Plus .

Confira a tabela de classificação do Brasileirão

Como a entrevista foi dada a um veículo de imprensa da França, o meia do Atlético-MG não poderia deixar de falar da sua passagem pelo Paris Saint-Germain. Ele atuou pela equipe parisiense de 2001 a 2003 e, embora não tenha conquistado nenhum título, obteve destaque suficiente para se transferir ao Barcelona, clube pelo qual se sagrou duas vezes o melhor jogador do mundo.

Dez anos depois e vendo o PSG alçar voos maiores no futebol europeu, Ronaldinho rasgou elogios ao clube e revelou que não descarta a possibilidade de se aposentar na equipe de Paris. "O PSG mora no meu coração. Foi minha primeira equipe na Europa. A torcida sempre me tratou com um carinho fora do normal. Até hoje recebo cartas da torcida. É uma equipe que está muito bem. Hoje não penso no futuro. Mas qualquer jogador do mundo gostaria de ter essa felicidade de encerrar a carreira num grande clube como o PSG", contou.

O meia do Atlético-MG ainda comentou sobre o time francês. Atual campeão nacional, o Paris Saint-Germain caiu invicto nas quartas de final da última Liga dos Campeões da Europa e já começou a atual temporada em boa fase. Amigos pessoais de Ronaldinho, Ibrahimovic e Thiago Motta são dois dos destaques da equipe francesa.

"Joguei pouco tempo junto com o Ibrahimovic. Sempre foi legal e humilde. É um dos grandes atacantes do mundo. O Thiago Motta é meu irmão, um cara que me ajudou muito quando cheguei a Barcelona. O Lucas tem tudo para conquistar o mundo, pelas características que tem, pela velocidade que tem. Em breve, veremos o mundo batendo palmas para ele", ressaltou.

Ronaldinho segue em ritmo forte de recuperação de sua lesão muscular na coxa esquerda. O tempo inicial de retorno aos gramados estipulado pelo departamento médico do Atlético-MG foi de dois a três meses, mas o meia pode voltar antes. Para isto, ele será submetido a um tratamento com um renomado acupunturista japonês, que já cuidou de lesões de outros astros do futebol, como Lionel Messi e David Beckham.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.