Tamanho do texto

Alvo da seleção espanhola, atacante brasileiro é o artilheiro isolado do Campeonato Espanhol com de gols, dois a mais que Messi

Em busca de manter 100% de aproveitamento no Campeonato Espanhol desta temporada, o Atlético de Madri entrou em campo neste domingo, no estádio Vicente Calderón, para enfrentar o Celta de Vigo. E, com dois gols do atacante brasileiro Diego Costa, o time comandado por Diego Simeone triunfou por 2 a 1, em partida válida pela oitava rodada do torneio nacional.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Espanhol

Com este resultado, o Atlético alcançou seu oitavo triunfo consecutivo na competição e se manteve na segunda colocação na tabela de classificação, com 24 pontos. Também com 24 pontos, o Barcelona é líder por causa do critério de saldo de gols (22 a 16). O Celta, por sua vez, aparece na 16ª posição, com seis pontos.

O clube da capital volta a entrar em campo pelo Campeonato Espanhol no próximo sábado, às 17 horas (de Brasília), quando mede forças com Espanyol, no estádio Cornellà-El Prat. Um dia depois, às 15 horas (de Brasília), o Celta de Vigo recebe o Levante, no Balaídos.

O jogo

Atuando diante de sua torcida, a equipe da capital entrou em campo embalada por série de sete vitórias consecutivas na competição. Escalado com os brasileiros Miranda, Filipe Luís e Diego Costa entre seus titulares, o clube de Madri controlou as ações ofensivas desde o início do jogo e não proporcionou grandes chances ao rival durante o primeiro tempo.

Melhor na partida, o Atlético teve chance de abrir o placar aos dez minutos, quando David Villa ficou frente a frente com o goleiro Yoel. Entretanto, o atacante espanhol finalizou mal, de perna esquerda, e o atleta adversário evitou que o time da casa saísse em vantagem no marcador.

Aos 25 minutos, o lateral esquerdo Filipe Luís arriscou subida ao ataque e, dentro da área, foi derrubado pelo zagueiro David Costar. Pênalti marcado pelo árbitro Alberto Undiano Mallenco. Na cobrança, Diego Costa arrematou no lado esquerdo, mas Yoel novamente apareceu com efetividade e espalmou a bola.

Após diversas investidas ofensivas, a equipe comandada por Diego Simeone balançou as redes já no final do primeiro tempo, aos 42 minutos. Em nova descida ao ataque, Filipe Luís cruzou para área e achou Diego Costa, que completou para gol e colocou o Atlético em vantagem antes de descer aos vestiários do Vicente Calderón.

Na etapa complementar, o time da capital seguiu melhor em campo e ampliou o placar aos 17 minutos. O atacante brasileiro foi lançado em jogada de contra-ataque, ganhou disputa corporal com David Costas e, de perna esquerda, deslocou o goleiro Yoel, marcando seu décimo gol no torneio e se isolando na lista de artilheiros da competição.

O segundo gol do Atlético alterou o ritmo do jogo e, nos minutos finais, quem pressionou foi o clube visitante. Incomodado com a atuação de sua equipe, o treinador Luis Enrique promoveu três alterações. Nolito, Santi Mina e Lévy Madinda foram a campo nas vagas de Augusto Fernández, Álex López e Charles, respectivamente. E, aos 26 minutos, Nolito descontou para o Celta, dando números finais ao embate.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.