Tamanho do texto

Apesar de muita luta dos dois lados, o placar não foi movimentado na Arena Independência

Atlético-MG e Corinthians não fizeram um jogo ruim no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro . Houveram chances para os dois lados, bolas na trave e muita briga no corpo a corpo ao longo dos 90 minutos, mas o placar acabou não sendo mexido no confronto entre os dois últimos campeões sul-americanos.

Confira a classificação atualizada e os próximos jogos do Brasileirão

O empate por 0 a 0 não teve grande efeito prático para o time mineiro, que já está assegurado na próxima Copa Libertadores e, sem chance de título no Brasileirão, apenas se prepara para o Mundial. Para o alvinegro do Parque, o resultado não foi bom: cresceu para oito pontos a distância para o quarto lugar, posto que vale vaga na principal competição do continente.

Os dois times buscaram o ataque na tensa partida, com a arbitragem de Jaílson Macedo Freitas contestada o tempo todo. Com Guerrero muito ativo de um lado e Tardelli eficiente com a bola no outro, apareceram chances. Romarinho e Tardelli acertaram a trave na primeira etapa.

Atlético-MG e Corinthians empataram sem gols
Yuri Edmundo/Gazeta Press
Atlético-MG e Corinthians empataram sem gols

A segunda metade começou com muita briga e pouco futebol, mas melhorou quando o Corinthians resolveu atacar com maior ímpeto, aproveitando mais um bom jogo de Guilherme. O Atlético respondeu, parou em Cássio na melhor oportunidade da partida, e o marcador permaneceu inalterado até o apito final.

Bolas na trave e briga
As duas equipes cumpriram a promessa de buscar o ataque. Em um primeiro tempo muito vontade, recheado de discussões e disputas pela bola no corpo a corpo, houve oportunidades para ambos os lados sem que qualquer das redes fosse balançada no Independência.

Guerrero estava envolvido constantemente nas jogadas de ataque do Corinthians e nas discussões. Foi ele quem sofreu a falta, bem batida por Douglas, que acabou em bola no travessão de Giovanni após o cabeceio de Romarinho. Na resposta do Atlético-MG, também em cobrança de falta, Tardelli iludiu Cássio e errou por pouco.

Os visitantes voltaram a ficar perto do gol em mais um lance de Guerrero, que dominou lançamento longo e cruzou rasteiro. Leonardo Silva impediu a finalização de Douglas na pequena área, aos 25 minutos mas, a partir daí, a partida teve menos momentos de perigo e mais briga no meio.

Só nos acréscimos voltou a aparecer uma oportunidade. Diego Tardelli recebeu perto da meia-lua, deu um chute violento e empatou o placar de bolas na trave. O poste direito de Cássio foi fortemente atingido, e o bom primeiro tempo em Belo Horizonte terminou mesmo sem gols.

Tardelli para em Cássio
O roteiro da etapa final foi o inverso. O jogo ficou restrito a brigas pela bola por cerca de 20 minutos e cresceu a partir daí. Buscando sua segunda vitória seguida após uma sequência terrível, o Corinthians passou a chegar à frente com maior ímpeto, contando com as subidas de Guilherme.

O volante, em mais uma apresentação muito boa, achou um passe preciso para Ibson, que girou na área e parou em Giovanni. Já o Atlético chegava bem pela direita, com Tardelli e Luan levando vantagem sobre Alessandro. Em uma falta conseguida ali, Leonardo Silva chegou a balançar a rede, gol anulado por claro impedimento.

A essa altura, Danilo já havia substituído Douglas. Do outro lado, Cuca apostou em Neto Berola e Leandro Donizete. Donizete logo achou Tardelli na cara de Cássio, após saída errada do Corinthians. O goleiro esticou o pé esquerdo e fez uma grande defesa no lance de maior perigo da partida.

Insatisfeitos com o empate, os técnicos resolveram arriscar estreias. Daniel foi discreto no Atlético-MG, e Rodriguinho mostrou personalidade no Corinthians. O meia, que conhece bem o Independência, pois acaba de deixar o América-MG, criou problemas para os donos da casa, sobretudo nas bolas paradas, algo insuficiente, porém, para que o placar fosse mexido.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 0 X 0 CORINTHIANS

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 6 de outubro de 2013, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas
Assistentes: Rodrigo Pereira Jóia e Fábio Pereira
Cartões amarelos: Lucas Cândido, Leonardo Silva e Diego Tardelli (Atlético-MG); Alessandro, Guerrero e Paulo André (Corinthians)

ATLÉTICO-MG: Giovanni; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Emerson e Lucas Cândido; Pierre e Josué (Leandro Donizete); Fernandinho (Daniel), Tardelli e Luan; Alecsandro (Neto Berola)
Técnico: Cuca

CORINTHIANS: Cássio; Edenílson, Gil, Paulo André e Alessandro; Ralf e Guilherme; Romarinho, Douglas (Danilo) e Ibson; Guerrero (Rodriguinho)
Técnico: Tite