Tamanho do texto

Equipe alemã dominou o City dentro de Manchester e segue firme na luta por outro título da Liga dos Campeões

Arjen Robben marcou o terceiro do Bayern no estádio City of Manchester
Clint Hughes/AP
Arjen Robben marcou o terceiro do Bayern no estádio City of Manchester

A massacrante vitória do Bayern de Munique sobre o poderoso Manchester City, na última quarta-feira, em Manchester, pela 2ª rodada do Grupo D da Liga dos Campeões da Europa, segue repercutindo mundo afora. Nesta quinta, os principais jornais britânicos comentaram a partida e rasgaram elogios à atuação bávara, que consideraram "perfeita".

Ao ‘estilo Guardiola’, Bayern vence City e se isola na ponta do Grupo D

O jogo terminou com placar de 3 a 1 e foi completamente dominado pelo Bayern. O time alemão abriu o placar logo no início da partida, com o francês Franck Ribéry, e depois só controlou a partida. Ao ‘estilo Guardiola’, a equipe bávara avançou suas linhas, afogou o adversário com marcação adiantada e manteve a posse de bola como o Barcelona de tempos atrás.

Chegou a abrir 3 a 0 ainda antes da metade do segundo tempo, com Thomas Muller e Ajen Robben, e só não ampliou o marcador por causa da trave e das boas defesas do goleiro Joe Hart. No fim, já poupando seus principais jogadores, sofreu um gol de Negredo e correu alguns riscos com David Silva, mas nada que diminuísse a sua grande atuação em pleno Etihad Stadium.

Infográfico: análise dos times, dos astros e os elencos da Liga dos Campeões

Após a partida, o diário britânico The Daily Telegraph afirmou que "a missão perfeita de Guardiola com o Bayern de Munique deixou o City em estado de choque". Além disto, destacou que o treinador espanhol fez um "escárnio" com as esperanças da equipe inglesa de brilhar na competição europeia, relembrando os recentes fracassos do time de Manchester na Champions League .

O The Guardian , por sua vez, preferiu abordar "a imagem da inferioridade dos Citizens " e "o largo caminho que terão para conseguir se igualar aos alemães do Bayern de Munique". Para o The Independent , "o jogo dos bávaros foi uma aula magistral de pressão física e mental. O pior pesadelo para o City".

Confira imagens de terça pela Liga dos Campeões :

A publicação ainda foi além e comparou a atuação do Bayern de Munique na última quarta-feira com a do Barcelona bicampeão europeu e mundial sob o comando de Pep Guardiola entre 2008 e 2012. "O espanhol, sumo sacerdote do Barça, não descansará até que converta totalmente o Bayern de Munique. Na última quarta-feira, já deu mostras disto", afirmou.

Para o zagueiro Dante, porém, não é possível alcançar o nível de excelência da equipe catalã. "Acho que nunca vamos chegar a jogar como o Barcelona porque eles têm um jogador que é diferente de todos os outros, o Messi. Acho uma bobagem querer imitar o Barcelona, mesmo com o mesmo treinador, que os colocou no topo. Achar um equilíbrio entre o Barcelona e o Bayern de Munique seria uma boa escolha", explicou o brasileiro.

O defensor ainda contou como vem sendo o relacionamento com Pep Guardiola, incialmente questionado por parte dos jogadores, mas agora já adaptado aos estilo de jogo dos bávaros. "Estamos nos adaptando à sua nova filosofia e ele também está se adaptando ao nosso time. É uma troca de conhecimentos, vamos dizer de favores. Nós estamos dando o máximo para compreendê-lo e ele a nós", encerrou.

    Leia tudo sobre: Bayern de Munique
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.