Tamanho do texto

Escudero e William Henrique garantiram a vitória do time baiano, que segue na mira por um lugar na Libertadores

Jogadores do Vitória comemoram o gol de Escudero
Edson Ruiz/Gazeta Press
Jogadores do Vitória comemoram o gol de Escudero

O torcedor do Vitória estava embalado após o bom resultado fora de casa na última rodada, mas o duelo desta quarta-feira, na Arena Fonte Nova, não foi tão fácil. O time baiano teve o domínio do jogo ao longo dos 90 minutos, saiu na frente, sofreu o empate, mas foi buscar o triunfo já nos minutos finais. O garoto William Henrique saiu do banco de reservas para garantir o 2 a 1, que deixa o Vitória perto do G4.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Os dois gols da partida saíram ainda no primeiro tempo. Com o domínio do confronto, o Vitória abriu o placar aos 15 minutos, com um belo chute de Escudero, mas logo sofreu uma ducha de água fria. Objetivo, o Goiás chegou pouco ao ataque, mas não desperdiçou a oportunidade de empatar com Pedro Henrique. Já no fim, aos 42 do segundo tempo, William Henrique garantiu o triunfo baiano.

Confira imagens dos jogos desta rodada do Brasileirão

Na próxima rodada, as duas equipes enfrentam times que lutam contra o rebaixamento. O Vitória encara o São Paulo, neste sábado, às 21 horas (de Brasília), no Estádio do Morumbi. O Goiás, por sua vez, volta a jogar em casa, no domingo, às 18h30, quando recebe o Criciúma.

O jogo

Jogando em casa, foi o Vitória que começou comandando as ações ofensivas e a primeira grande chance de gol do time baiano foi aos sete minutos, quando Juan recebeu a bola, bateu cruzado, mas o goleiro Renan, do Goiás, fez a defesa.

O gol não demorou a sair. Aos 15 minutos, Escudero mandou uma bomba de longe e o goleiro Renan não teve a menor chance de evitar o pior. Depois de muita pressão, o Vitória, que era bem melhor do queo Goiás até o momento, inaugurava o marcador na Arena Fonte Nova.

Juan encara a marcação do zagueiro Rodrigo em ataque do Vitória
Edson Ruiz/Gazeta Press
Juan encara a marcação do zagueiro Rodrigo em ataque do Vitória

Depois de sofrer o gol, o Goiás continuava concentrado no campo de defesa e permitia que o Vitória seguisse pressionando no ataque. Aos 30 minutos, a equipe baiana teve a chance de ampliar, quando Juan rolou para Dinei na entrada da área, mas o atacante do Vitória mandou muito longe, por cima do gol defendido por Renan.

A postura ofensiva do Vitória não resultou em gols e o time esmeraldino soube ser objetivo quando teve chances de chegar ao ataque na bola parada. Aos 34, Rodrigo cobrou falta forte de longe, o goleiro deu rebote e Pedro Henrique aproveitou para igualar o placar.

Na volta do intervalo, o Goiás ensaiou uma pressão, teve chance de gol com Júnior Viçosa, mas o Vitória logo tomou as rédeas da partida. Com o rápido Marquinhos, o time baiano passou a pressionar os visitantes logo na saída de bola, ocupando o campo de ataque na maior parte do tempo.

Sem encontrar espaços na defesa esmeraldina, Ney Franco ainda fez duas alterações. O volante Elizeu deu lugar ao garoto William Henrique, que deu mais mobilidade no campo ofensivo. Por outro lado, Renato Cajá, responsável pela armação, foi sacado para a entrada do atacante Alemão.

Desta forma, o Vitória ficou mais ofensivo, mas também não teve a mesma organização tática. O "abafa", no entanto, deu resultado. Aos 42 minutos do segundo tempo, William Henrique dividiu com a zaga, teve sorte no lance, aproveitou a sobra e mandou para o fundo das redes. A vitória do Leão da Barra estava garantida.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 2 X 1 GOIÁS

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 1 de outubro de 2013, terça-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios e Neuza Ines Back
Cartões amarelos: Ayrton, William Henrique (Vitória), Vitor, Roni e Renan (Goiás)
Gols: VITÓRIA: Escudero, aos 15 minutos do primeiro tempo, e William Henrique, aos 42 minutos do segundo tempo
GOIÁS: Pedro Henrique, aos 37 minutos do primeiro tempo

VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Cáceres, Elizeu (William Henrique), Escudero e Renato Cajá (Alemão); Marquinhos (Renato Santos) e Dinei
Técnico: Ney Franco

GOIÁS: Renan; Vítor, Rodrigo, Pedro Henrique (Felipe) e William Matheus; Amaral, David, Hugo, Renan Oliveira (Ramon) e Roni; Júnior Viçosa (Araújo)
Técnico: Enderson Moreira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.