Tamanho do texto

Atacante fez questão de elogiar a estrutura dos catarinenses, cada vez mais próximos do acesso à Série A em 2014

Tiago Luis, atacante da Chapecoense
Aguante Comunicação/Chapecoense
Tiago Luis, atacante da Chapecoense

Vice-líder da Série B, a Chapecoense parece cada vez mais perto de conquistar o acesso para a primeira divisão. Na visão do atacante Tiago Luis, grande parte do mérito da campanha história é da diretoria. Segundo ele, a cúpula soube dar estrutura aos atletas e manter o salário em dia, mesmo tendo que lidar com um orçamento menor do que o de outros adversários.

Comente esta notícia com outros torcedores

"A gente sabe das condições que o clube oferece. Temos de parabenizar os caras, eles tiram leite de pedra aqui", disse nesta quarta-feira à Fox Sports .

Na tabela, a Chapecoense está à frente de equipes com mais tradição e poder de investimento, como Sport, Avaí e Figueirense. Uma das maneiras encontradas pelo clube de Chapecó para aumentar a própria arrecadação foi atrair novos sócios-torcedores: hoje são aproximadamente oito mil, que colocam mensalmente cerca de R$ 320 mil nos cofres do clube. E esses benefícios não se limitam aos balanços financeiros.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias da Série B

"A torcida tem nos ajudado em todos os jogos. Eles sempre comparecem à Arena Condá, com sete ou oito mil pessoas. Isso faz a gente jogar mais aberto", disse Tiago. "Fomos conseguindo resultado em cima de resultado, ganhando jogos até fora de casa. Agora já queremos um objetivo maior. Antes, pensávamos em conquistar 43, 44 pontos para não cair. Agora estamos pensando em subir", admitiu.

Neste sábado, a Chapecoense enfrenta o Joinville, rival regional e na briga pelo acesso, que ocupa a quinta posição. A partida será válida pela 27ª rodada da competição e disputada na própria Arena Condá.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.