Tamanho do texto

Atacante brasileiro, ex-Internacional, evitou a derrota dos ucranianos em casa pela Liga dos Campeões

Taison e Rafael disputam lance no jogo entre Shakhtar e Manchester United
John Peter/Getty Images
Taison e Rafael disputam lance no jogo entre Shakhtar e Manchester United

Se na temporada passada o Shakhtar Donetsk não tomou conhecimento do Chelsea durante a primeira fase da Liga dos Campeões da Europa, nesta edição a sorte parece ter mudado. Os ucranianos receberam o Manchester United nesta quarta-feira na Donbass Arena e apenas empataram em 1 a 1 pela 2ª rodada do grupo A. Como de costume, a equipe de Mircea Lucescu contou com muitos brasileiros na equipe: Fernando, Douglas Costa, Alex Teixeira, Luiz Adriano, Taison, Ilsinho e Bernard - os dois últimos começaram na reserva.

Comente esta notícia com outros torcedores

Sem se incomodar com a pressão, o time inglês partiu para cima desde o pontapé inicial e chegou com perigo pela primeira vez aos dez minutos de jogo em chute colocado de Robin van Persie. E aos 18, os visitantes conseguiram abrir o placar. O belga Fellaini girou sobre a marcação pela direita e cruzou rasteiro para Danny Welbeck completar para as redes.


A resposta dos donos da casa saiu apenas aos 40 minutos, em jogada individual de Alex Teixeira. O ex-vascaíno bateu com categoria no canto, mas viu o espanhol David de Gea fazer ótima defesa. Na volta do intervalo, o goleiro voltou a trabalhar em forte chute cruzado de Vyacheslav Shevchuk.

Aos 27 minutos, o United teve a chance de ampliar a vantagem quando o lateral-direito Rafael cruzou na medida para Van Persie. O holandês preferiu encher o pé em vez de escolher o canto e mandou em cima da defesa. Quatro minutos depois, o time de Old Trafford foi castigado pela falta de pontaria e levou o empate.

Taison iniciou jogada pela meia esquerda e se apresentou na grande área. A zaga inglesa não conseguiu afastar cruzamento da linha de fundo e o meia revelado pelo Internacional soltou pancada no alto para explodir as arquibancadas da Donbass Arena. O brasileiro ainda teve a oportunidade de virar, mas De Gea fez milagre e salvou os visitantes da derrota.

Na outra partida do grupo A, o Bayer Leverkusen bateu a Real Sociedad por 2 a 1. O volante Simon Rolfes abriu o placar para os alemães na Bay Arena, enquanto o mexicano Carlos Vela, que chegou a perder pênalti, igualou o marcador. No minuto final, Jens Hegeler sacramentou a vitória sofrida dos mandantes

Com os resultados, Manchester e Shakhtar dividem a liderança com quatro pontos, com vantagem inglesa nos gols marcados. Na metade debaixo, o Bayer fica com três e o espanhóis seguem sem pontuar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.